Uma frase desconcertante

A frase mais desconcertante sobre a frágil condição humana que li, veio de Varlam Shalamov (1907-1982 ), sobrevivente do campo de Kolyma, o mais tenebroso de todo o Gulag soviético:

“Se a tragédia e a necessidade puseram pessoas juntas e fizeram surgir uma amizade entre elas então a necessidade não era extrema e a tragédia não era absoluta”

Quanto mais o leio mais o aprecio e mais significados encontro nessa frase.

A solidariedade é um indicativo de que a alma humana não foi totalmente corrompida. O Gulag soviético, os campos nazistas e os porões das ditaduras na América latina , nos seus piores momentos, testaram o ambiente e o tempo necessário para que a tragédia sufocasse por completo a solidariedade.

Os contos de Shalamov, no seu estilo seco, tchecoviano, nada panfletário, revelam com crueza os métodos para que tal ocorresse, em Kolyma.

Seria muito esquisito que o mesmo prosperasse no Estado de Direito brasileiro. Ainda assim, foi exatamente isso que o Ministro Gilmar Mendes, do STF, e o presidente do PPS, Roberto Freire, tentaram, com o devido aval da Globo Overseas BV: Impedir e sabotar a solidariedade aos presos do PT na AP 470. Não conseguiram.

Não se trata aqui, claro, de cobrar solidariedade de quem não percebeu nenhuma arbitrariedade ou irregularidade no processo. Mas de defender o direito de quem assim o percebeu, de exercê-la sem que um ministro da mais alta corte do país e o presidente de um partido político tentem criminalizar a solidariedade.

Citando João Paulo Cunha, Vossas Excelências podem muito mas não podem tudo. Perderam. Não há, ao menos ainda, ambiente no Brasil para a corrupção total da alma.

Publicado em Política

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • Juiz manda exumar; Polícia Federal retarda – procrastina? 26/09/2017
    Marcelo Auler Em 10 de julho, o juiz Edilberto Barbosa Clementino, da 5ª Vara Federal de Foz de Iguaçu (PR), contrariando a posição da Polícia Federal […] O post Juiz manda exumar; Polícia Federal retarda – procrastina? apareceu primeiro em Marcelo Auler.
    Marcelo Auler
  • Ordem no cabaré 23/09/2017
    Arnaldo César (*) Gostem ou desgostem, o recado está dado: Ou, o executivo, o legislativo e o judiciário tomam tenência na vida e acabam com essa […] O post Ordem no cabaré apareceu primeiro em Marcelo Auler.
    Marcelo Auler
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • STF julga processos de Aécio e Maluf: qual decidirá antes?
    Esta notícia não está nas manchetes, mas um fato inédito pode acontecer em Brasília nesta terça-feira: o julgamento de um tucano na Lava Jato. Após três meses de adiamentos, está na pauta da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal o... Continue lendo
  • Nova denúncia contra Temer: vale a pena ver tudo de novo?
    É como reprise de novela: você já conhece o elenco, a trama e o final. Os personagens são os mesmos. Vale a pena ver tudo de novo? A partir desta segunda-feira, a Câmara deixa tudo de lado para julgar a nova denúncia apresentada pela PGR contra o... Continue lendo
  • Ao mostrar recibos, Lula puxa o tapete de Moro e MP 26/09/2017
    Glaucos da Costamarques tem quase 80 anos. Deu pena vê-lo titubear diante da alternativa de mentir ou passar o que lhe resta de vida na cadeia. Optou por mentir dizendo que Lula não pagou aluguel. Essa era a aposta de Moro e da mídia antipetista. Porém, Lula desmontou o processo que o imperador da República de Curitiba conduz contra si ao mostrar recibos que […]
    eduguim
  • Lava-Jato: Verba pública para rever família, encontrar artistas… 26/09/2017
    Marcelo Auler em 20/9/2017 Para atender à força-tarefa da Lava-Jato de Curitiba nos seus anunciados objetivos de “combater a corrupção” e os gastos indevidos de recursos públicos, o Ministério Público Federal (MPF) se envolveu em um labirinto burocrático a ponto de pagar diária para procurador regional voltar para a casa da mulher e do filho. […] […]
    bloglimpinhoecheiroso
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Parece que o URL do site WordPress foi configurado incorretamente. Verifique o URL nas configurações do widget.

%d blogueiros gostam disto: