Acerto de contas

Li Caetano citar Tony Judt. Soube, via Óleo do Diabo, das diatribes do poeta Ferreira Gullar.

Pensei:

Tony Judt escreveu um extenso livro (Passado Imperfeito, 449 páginas na edição brasileira) onde faz um necessário acerto de contas com os intelectuais franceses no período 1944-1956.

Yudt não perde tempo para descrever os horrores do comunismo na URSS e no leste europeu. Sua atenção é apenas sobre as bobagens, apologias e cumplicidades de destacados intelectuais franceses com o stalinismo, seus crimes e farsas midiáticas.

Os alvos principais de Judt são conhecidos no Brasil: Sartre, Simone de Beauvoir, Maurice Merleau-Ponty, além dos intelectuais orgânicos do Partido Comunista Francês.

Parece que alguns intelectuais brasileiros, que foram muito comprometidos, seja com Sartre seja com o Partido Comunista Brasileiro, até o seu fim ou até sua transformação em PPS,  entraram numa tardia cruzada contra o risco do autoritarismo no Brasil.

Procuram com lupa sinais de mexicanização, totalitarismo lulista, numa adesão acrítica à narrativa da poderosa Organizações Globo,  Folhas & Vejas Associadas.

Faz parte do jogo político pegar uma frase equivocada do Lula (“extirpar o dem”) uma nota indevida da Erenice, ex-ministra da casa civil, e explorá-las com fins eleitorais. A crítica é necessária, correta e faz bem.

No entanto, assistir intelectuais que desejam ser uma referência moral para a população, associarem tais erros, por gritantes que sejam, a Mussolini,  a Hitler ou ao stalinismo é  além de triste, pela pobreza da percepção da realidade, também decepcionante: Parece que não entenderam nada do que escreveu Judt.

Por todo o seu livro, Judt coloca em xeque o moralismo seletivo, algo mais apropriado para  os animadores de torcida.

Quanto aos intelectuais, diz Judt: “O máximo que se pode pedir aos que se engajam na arena pública e que colocam na balança das escolhas políticas ou morais o peso do seu prestígio intelectual é que o façam com mais cuidado, coerência e responsabilidade do que os seus predecessores, e que avaliem o sentido e o impacto do que dizem, assim como a forma de dizê-lo”.

A propósito, já tive a oportunidade de citar neste blog o Wanderley Guilherme dos Santos. Parece-me oportuno recordar um trecho que fala sobre o impacto causado por esses intelectuais entre as tropas de choque:

“Nem mesmo os preconceitos, que só são inéditos pela confissão, surpreendem. Temível é a inabalável certeza do autor de que ele, ao contrário dos que pensam diferentemente, é educado e bem informado. Não é nem uma coisa nem outra, mas desse dogma de delirante superioridade é que surgem a intolerância e a política da violência. Quantos milhões de brasileiros tal vírus já terá contaminado?”

Registrado está.

Marcado com: , ,
Publicado em Notícias
  • Sobre a entrevista de José Dirceu, por Gilberto Maringoni
    Categoria:  Artigos Sobre a entrevista de José Dirceu por Gilberto Maringoni José Dirceu sofre uma injusta e assimétrica perseguição política por parte da República de Curitiba, da mídia e da direita, o que vem a ser a mesma coisa. Há pelo menos uma década, sua reputação é constantemente triturada em rede nacional. Sua resistência é admirável. É dever de tod […]
  • China exige respeito diante da decisão do povo venezuelano
    Categoria:  América Latina Foto: Diário do Povo/China do Portal Vermelho China exige respeito diante da decisão do povo venezuelano O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Lu Kang, disse que "todas as partes envolvidas devem respeitar a decisão do povo venezuelano", referindo-se ao resultado das eleições no país da América Latina  […]
  • Lula: “Ciro tem mais a receber do que a dar ao PT”. Por Marcelo Auler 22/05/2018
    Publicado originalmente no blog do autor POR MARCELO AULER A decisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de antecipar para o próximo domingo (27/05) atos públicos defendendo a sua pré-candidatura à presidência da República – “em todas as cidades onde existir um núcleo do PT, independentemente do número de militantes que se reunir”, como […] O post Lul […]
    Diario do Centro do Mundo
  • Temer foi eleito pra ser vice, não pra dar golpe. Por Quinho 22/05/2018
    O post Temer foi eleito pra ser vice, não pra dar golpe. Por Quinho apareceu primeiro em Diário do Centro do Mundo.
    Pedro Zambarda de Araujo
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • A despedida do Balaio do Kotscho
    Adeus, amigos. Chegou a hora da despedida do Balaio do Kotscho aqui no R7, que publicou meu blog desde 2011. Foram quase seis anos e meio de convívio quase diário, de domingo a domingo (neste último, escrevi sobre o grande Rolando Boldrin, o "Sr.... Continue lendo
  • Última semana para a “reforma política”: eles só querem grana
    Acaba esta semana, no dia 7, o prazo para o Congresso Nacional terminar sua "reforma política" para que as mudanças propostas possam valer já na eleição de 2018. Como os dias úteis das excelências costumam terminar na quinta-feira, o tempo urge... Continue lendo
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • A morte da Turma da Mônica? 22/05/2018
    Em “parceria” com órgãos do governo, Maurício de Souza produziu e imprimiu 200 mil cópias de gibis, que serão distribuídos em escolas e, acreditem, em “ações sociais” do governo federal, em defesa da indústria bélica nacional. Haroldo Ceravolo Sereza, via Opera Mundi em 18/5/2018 Num passado muito distante, um gibi institucional da Turma da Mônica […] […]
    bloglimpinhoecheiroso
  • Há 10 anos, Ibest de Blogs Políticos surpreendeu mídia corporativa. Só deu nossa blogosfera 22/05/2018
    Tempo estimado de leitura: 30 segundos No dia 21 de maio de 2008 eu anunciava aqui no Blog do Mello o resultado da votação do Ibest dos melhores blogs políticos. Uma votação totalmente feita via internet, com auditoria da Price.A blogosfera nascente bateu de 9 a 1 os blogs da mídia corporativa. Só Reinaldo Azevedo (na época na Veja) ficou entre os dez. Ainda […]
    Antonio Mello

Parece que o URL do site WordPress foi configurado incorretamente. Verifique o URL nas configurações do widget.

%d blogueiros gostam disto: