Para voltar a crer

Não faltam motivos para descrer da humanidade. Vamos combinar que fizemos coisas extraordinárias, mas nossa passagem pela Terra não está sendo, exatamente, um sucesso. Para cada catedral erguida bombardeamos três, para cada civilização vicejante liquidamos quatro, a cada gesto de grandeza correspondem cinco ou seis de baixeza, para cada Gandhi produzimos sete tiranos, para cada Patrícia Pilar 17 energúmenos. Inventamos vacinas para salvar a vida de milhões ao mesmo tempo em que matamos outros milhões pelo contágio e a fome. Criamos telefones portáteis que funcionam como gravadores, computadores – e às vezes até telefones –, mas ainda temos problema com a coriza nasal. Nosso dia a dia é cheio de pequenas calhordices, dos outros e nossas. Rareiam as razões para confiar no vizinho ao nosso lado, o que dirá do político lá longe, cuja verdadeira natureza muitas vezes só vamos conhecer pela câmera escondida. Somos decididamente uma espécie inconfiável, além de venal, traiçoeira e mesquinha. E estamos envenenando o planeta, num suicídio lento do qual ninguém escapará. E tudo isso sem falar no racismo, no terrorismo e no Big Brother Brasil.

Eu tinha desistido de esperar pela nossa regeneração. Ela não viria pela religião, que se transformou em apenas outro ramo de negócios. Nem viria pela revolução, mesmo que se pagasse para o povo ocupar as barricadas. Eu achava que a espécie não tinha jeito, não tinha volta, não tinha salvação. Meu desencanto era total. Só o abandonaria diante de alguma prova irrefutável de altruísmo e caráter que redimisse a humanidade. Uma prova de tal tamanho e tal significado, que anularia meu ceticismo terminal e restauraria minha esperança no futuro. E esta prova virá neste domingo, se o Grêmio derrotar o Flamengo no Maracanã.

Se o Grêmio derrotar o Flamengo, o Internacional pode ser campeão. Mas o mais importante não é isso. Se o Grêmio derrotar o Flamengo mesmo sabendo as consequências e o possível benefício para o arquiadversário, estará dando um exemplo inigualável de superioridade moral. A volta da minha fé na humanidade não interessa, Grêmio. Pense no que dirá a História. Pense nas futuras gerações!

Crônica do Luis Fernando Veríssimo, publicada  em vários jornais brasileiros e copiada do excelente Diário Gauche

E que o botafogo vença mesmo tendo a seu favor figuras como Montenegro, Arruda,  e os Césares. A contradição é uma necessidade e um direito humano.

Publicado em Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

  • Sobre a entrevista de José Dirceu, por Gilberto Maringoni
    Categoria:  Artigos Sobre a entrevista de José Dirceu por Gilberto Maringoni José Dirceu sofre uma injusta e assimétrica perseguição política por parte da República de Curitiba, da mídia e da direita, o que vem a ser a mesma coisa. Há pelo menos uma década, sua reputação é constantemente triturada em rede nacional. Sua resistência é admirável. É dever de tod […]
  • China exige respeito diante da decisão do povo venezuelano
    Categoria:  América Latina Foto: Diário do Povo/China do Portal Vermelho China exige respeito diante da decisão do povo venezuelano O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Lu Kang, disse que "todas as partes envolvidas devem respeitar a decisão do povo venezuelano", referindo-se ao resultado das eleições no país da América Latina  […]
  • Lula: “Ciro tem mais a receber do que a dar ao PT”. Por Marcelo Auler 22/05/2018
    Publicado originalmente no blog do autor POR MARCELO AULER A decisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de antecipar para o próximo domingo (27/05) atos públicos defendendo a sua pré-candidatura à presidência da República – “em todas as cidades onde existir um núcleo do PT, independentemente do número de militantes que se reunir”, como […] O post Lul […]
    Diario do Centro do Mundo
  • Temer foi eleito pra ser vice, não pra dar golpe. Por Quinho 22/05/2018
    O post Temer foi eleito pra ser vice, não pra dar golpe. Por Quinho apareceu primeiro em Diário do Centro do Mundo.
    Pedro Zambarda de Araujo
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • A despedida do Balaio do Kotscho
    Adeus, amigos. Chegou a hora da despedida do Balaio do Kotscho aqui no R7, que publicou meu blog desde 2011. Foram quase seis anos e meio de convívio quase diário, de domingo a domingo (neste último, escrevi sobre o grande Rolando Boldrin, o "Sr.... Continue lendo
  • Última semana para a “reforma política”: eles só querem grana
    Acaba esta semana, no dia 7, o prazo para o Congresso Nacional terminar sua "reforma política" para que as mudanças propostas possam valer já na eleição de 2018. Como os dias úteis das excelências costumam terminar na quinta-feira, o tempo urge... Continue lendo
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • A morte da Turma da Mônica? 22/05/2018
    Em “parceria” com órgãos do governo, Maurício de Souza produziu e imprimiu 200 mil cópias de gibis, que serão distribuídos em escolas e, acreditem, em “ações sociais” do governo federal, em defesa da indústria bélica nacional. Haroldo Ceravolo Sereza, via Opera Mundi em 18/5/2018 Num passado muito distante, um gibi institucional da Turma da Mônica […] […]
    bloglimpinhoecheiroso
  • Há 10 anos, Ibest de Blogs Políticos surpreendeu mídia corporativa. Só deu nossa blogosfera 22/05/2018
    Tempo estimado de leitura: 30 segundos No dia 21 de maio de 2008 eu anunciava aqui no Blog do Mello o resultado da votação do Ibest dos melhores blogs políticos. Uma votação totalmente feita via internet, com auditoria da Price.A blogosfera nascente bateu de 9 a 1 os blogs da mídia corporativa. Só Reinaldo Azevedo (na época na Veja) ficou entre os dez. Ainda […]
    Antonio Mello

Parece que o URL do site WordPress foi configurado incorretamente. Verifique o URL nas configurações do widget.

%d blogueiros gostam disto: