Calote da Dubai World agita mercado financeiro

A teocracia queridinha dos ricos do ocidente não se mostra disposta a usar seu fundo soberano para saldar a dívida das maiores empresas de Dubai, a Dubai World e a Nakheel. Responsáveis pelos projetos imobiliários  mirabolantes que tanto sucesso fazem no jet-set tupiniquim e internacional.

 

A queda dos valores imobiliários já chega a 50%. Mais desvalorizaçãoà vista.

Com tal queda, não podem remunerar os investidores: Devo, não nego, pago quando puder, talvez daqui a 6 meses. Foi o recado dos gestores da holding Dubai World.

As mesas de operação das instituições financeiras tentam descobrir quem são os bancos e  investidores ocidentais que ficarão com o papagaio na mão.

A desconfiança volta. As bolsas da Europa e Ásia caem.

Como hoje é o feriado para a matança de perus nos EUA, ficamos sem saber ao certo quais os temores dos bancos de Wall Street.

Se os atores do mercado financeiro souberem que um determinado banco, já com problemas nas hipotecas e outros ativos de risco, sofrerá mais este calote, a dedução óbvia é que no curto prazo eles terão que vender ativos para cobrir a não entrada do dinheiro de Dubai.

Os atores não imersos na crise de Dubai vão querer compras estes ativos na bacia das almas. É a lógica de mercado. Você está sem dinheiro? Juros altos. Precisa vender rapidamente alguma coisa, preço baixo.

Se o banco for grande o bastante, pode contar com ajuda governamental.

Até isso se resolver, solavancos no mercado financeiro internacional.

 

 

 

Publicado em Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • Juiz manda exumar; Polícia Federal retarda – procrastina? 26/09/2017
    Marcelo Auler Em 10 de julho, o juiz Edilberto Barbosa Clementino, da 5ª Vara Federal de Foz de Iguaçu (PR), contrariando a posição da Polícia Federal […] O post Juiz manda exumar; Polícia Federal retarda – procrastina? apareceu primeiro em Marcelo Auler.
    Marcelo Auler
  • Ordem no cabaré 23/09/2017
    Arnaldo César (*) Gostem ou desgostem, o recado está dado: Ou, o executivo, o legislativo e o judiciário tomam tenência na vida e acabam com essa […] O post Ordem no cabaré apareceu primeiro em Marcelo Auler.
    Marcelo Auler
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • STF julga processos de Aécio e Maluf: qual decidirá antes?
    Esta notícia não está nas manchetes, mas um fato inédito pode acontecer em Brasília nesta terça-feira: o julgamento de um tucano na Lava Jato. Após três meses de adiamentos, está na pauta da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal o... Continue lendo
  • Nova denúncia contra Temer: vale a pena ver tudo de novo?
    É como reprise de novela: você já conhece o elenco, a trama e o final. Os personagens são os mesmos. Vale a pena ver tudo de novo? A partir desta segunda-feira, a Câmara deixa tudo de lado para julgar a nova denúncia apresentada pela PGR contra o... Continue lendo
  • Ao mostrar recibos, Lula puxa o tapete de Moro e MP 26/09/2017
    Glaucos da Costamarques tem quase 80 anos. Deu pena vê-lo titubear diante da alternativa de mentir ou passar o que lhe resta de vida na cadeia. Optou por mentir dizendo que Lula não pagou aluguel. Essa era a aposta de Moro e da mídia antipetista. Porém, Lula desmontou o processo que o imperador da República de Curitiba conduz contra si ao mostrar recibos que […]
    eduguim
  • Lava-Jato: Verba pública para rever família, encontrar artistas… 26/09/2017
    Marcelo Auler em 20/9/2017 Para atender à força-tarefa da Lava-Jato de Curitiba nos seus anunciados objetivos de “combater a corrupção” e os gastos indevidos de recursos públicos, o Ministério Público Federal (MPF) se envolveu em um labirinto burocrático a ponto de pagar diária para procurador regional voltar para a casa da mulher e do filho. […] […]
    bloglimpinhoecheiroso
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Parece que o URL do site WordPress foi configurado incorretamente. Verifique o URL nas configurações do widget.

%d blogueiros gostam disto: