Silêncios Antropológicos

Roberto DaMatta escreve no jornal O Globo como se fosse um antropólogo para-normal, capaz de entrar na mente
de quem se propõe analisar.
A última proeza do para-normal deu-se numa coluna, reproduzida no clippiing do Ministério
do Planejamento, onde analisa a estapafúrdia decisão relatada pelo Presidente do STF que retirou
Antonio Pallocci e Marcelo Amorim Netto do processo que investigará a quebra de sigilo bancário do
caseiro Francenildo.
O DaMatta consegue escrever, escrever, escrever e não citar uma vez sequer o Gilmar Mendes, o STF e o
jornalista sumariamente inocentado, contra todas as evidências.
Isto porque o para-normal quer investir contra a esquerda e o pt. Ele ‘ouviu’, sabe-se lá como,  a mente de Pallocci:
“Como é que este merdinha ousa colocar-se contra mim? Eu, que tenho biografia e sou membro do partido
que mais tem feito pelos pobres e pelos que, no plano de nossa modernidade retrógrada, os representam” é parte
do relato DaMattiano.
A decisão do STF é um escândalo, digo eu, um esquerdista, fruto de mais uma relatório juridicamente ridículo do
Sr. Gilmar Mendes com viés nitidamente político.
O Pallocci está mais para neo-liberal do que para petista. Pallocci presta mais eficientemente seu papel
dentro do pt do que fora. Para a direção do pt, e para Lula, é interessante tê-lo como um
quadro partidário: facilita as conversas com o empresariado. É a minha hipótese.
Mesmo que esta hipótese seja verdadeira, que direito teria eu de entrar na cabeça do Pallocci e ‘ouvir’ as
confissões de um neo-liberal? Como escritor de ficção toda, como antropólogo, nenhuma.
Ao DaMatta não ocorreu entrar na cabeça do jornalista, ex diretor da globo, ex marido da Miriam Leitão, pai
do jornalista que trabalha no site que publicou o extrato do caseiro.
O antropólogo para-normal não deu bola para a observação do advogado de Jorge Mattoso:
“culparam o mordomo”.
São coisas que aproximariam o antropólogo da complexidade da vida e o afastariam da luta política fácil.
DaMatta, com sua seletividade e seus silêncios é solidário com Gilmar Mendes e com o jornalista.
Ao ler uma mente petista não vê que há dois petistas muito diferentes no mesmo processo, Mattoso e Pallocci. E,
como tais, tratados diferentemente por Gilmar Mendes. Este tem faro.
Pensando bem, seria pedir demais ao para-normal. Trocar os dons “espíritas” por uma reflexão mais complexa.

Roberto DaMatta escreve no jornal O Globo como se fosse um antropólogo para-normal, capaz de entrar na mente de quem se propõe analisar.

A última proeza do para-normal deu-se numa coluna, reproduzida no clipping do Ministério do Planejamento, onde analisa a estapafúrdia decisão relatada pelo Presidente do STF que retirou Antonio Pallocci e Marcelo Amorim Netto do processo que investigará a quebra de sigilo bancário do caseiro Francenildo.

O DaMatta consegue escrever, escrever, escrever e não citar uma vez sequer o Gilmar Mendes, o STF e o jornalista sumariamente inocentado, contra todas as evidências.

Isto porque o para-normal quer investir contra a esquerda e o pt. Ele ‘ouviu’, sabe-se lá como,  a mente de Pallocci:

“Como é que este merdinha ousa colocar-se contra mim? Eu, que tenho biografia e sou membro do partido que mais tem feito pelos pobres e pelos que, no plano de nossa modernidade retrógrada, os representam” é parte do relato DaMattiano.

A decisão do STF é um escândalo, digo eu, um esquerdista, fruto de mais uma relatório juridicamente ridículo do  Sr. Gilmar Mendes com viés nitidamente político.

O Pallocci está mais para neo-liberal do que para petista. Pallocci presta mais eficientemente seu papel dentro do pt do que fora. Para a direção do pt, e para Lula, é interessante tê-lo como um quadro partidário: facilita as conversas com o empresariado. É a minha hipótese.

Mesmo que esta hipótese seja verdadeira, que direito teria eu de entrar na cabeça do Pallocci e ‘ouvir’ as confissões de um neo-liberal? Como escritor de ficção toda, como antropólogo, nenhuma.

Ao DaMatta não ocorreu entrar na cabeça do jornalista, ex diretor da globo, ex marido da Miriam Leitão, pai do jornalista que trabalha no site que publicou o extrato do caseiro.

O antropólogo para-normal não deu bola para a observação do advogado de Jorge Mattoso: “culparam o mordomo”.

São coisas que aproximariam o antropólogo da complexidade da vida e o afastariam da luta política fácil.

DaMatta, com sua seletividade e seus silêncios é solidário com Gilmar Mendes e com o jornalista.

Ao ler uma mente petista não vê que há dois petistas muito diferentes no mesmo processo, Mattoso e Pallocci. E, como tais, tratados diferentemente por Gilmar Mendes. Este tem faro.

Pensando bem, seria pedir demais ao para-normal. Trocar os dons “espíritas” por uma reflexão mais complexa.

Publicado em Notícias
Um comentário em “Silêncios Antropológicos
  1. Ana disse:

    Excelente reflexão. Causa espanto que os isentos não se pronunciem sobre quem irá pagar a fatura. Será um pouco de decência? Não creio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Xadrez da globalização e da financeirização
    Categoria:  Coluna Econômica Luis Nassif Caso 1 - as guerras internas na geopolítica Desde a criação do padrão ouro, sempre houve uma disputa interna, nos países, em torno do modelo. O padrão ouro era essencial para a globalização do sistema financeiro, ao criar uma medida de valor global para os países que aderiam. Por outro lado, impedia os países de prati […]
  • Clipping do dia
    As matérias para serem lidas e comentadas.
  • O “Fora Diniz!” que a Globo não mostrará 24/06/2017
    Marcelo Auler Neste domingo (25/06), a Avenida Atlântica, em Copacabana (zona Sul do Rio), será palco de mais uma manifestação com a bandeira do “Fora”. Mas, […] O post O “Fora Diniz!” que a Globo não mostrará apareceu primeiro em Marcelo Auler.
    Marcelo Auler
  • CCJ pode impor novo revés a Temer 22/06/2017
    Marcelo Auler “A matéria tem sido discutida de forma açodada. Em que pese as inúmeras sugestões enviadas a este Senado Federal pelas diversas representações dos trabalhadores […] O post CCJ pode impor novo revés a Temer apareceu primeiro em Marcelo Auler.
    Marcelo Auler
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • Lula e Bolsonaro sobem para 2018; o PSDB encolhe
    O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), ex-militar candidato da extrema-direita, engoliu os presidenciáveis do PSDB na disputa pelo segundo lugar, enquanto o ex-presidente Lula sobe e segue líder disparado em todos os cenários de primeiro turno... Continue lendo
  • São Paulo de Ceni & Leco segue rumo à degola
    Eles conseguiram. Com tantos erros na compra e venda de jogadores, escalações e substituições, a pomposa dupla Ceni & Leco, que transformou o Morumbi em armazém de secos e molhados, está levando o tricampeão mundial para a zona da degola... Continue lendo
  • Sem Lula e o PT, Brasil será governado pela extrema-direita 26/06/2017
    Em 30 junho de 2013, o Blog da Cidadania divulgou análise afirmando que as manifestações por 20 centavos iriam gerar traição de Michel Temer, um golpe parlamentar via impeachment de Dilma Rousseff e uma crise econômica sem precedentes. Agora, o Blog avisa: se a esquerda não se unir em torno de Lula e do PT, o país vai cair na mão da extrema-direita. […]
    admin
  • Luis Nassif: Como a Globo tornou-se ameaça à soberania nacional 27/06/2017
    Luis Nassif, via Jornal GGN em 26/6/2017 A TÍTULO DE INTRODUÇÃO – O QUE ESTAVA EM JOGO Como abordamos em vários postagens, havia um mundo em transformação, a China e os Brics irrompendo como poderes alternativos, a crise de 2008 comprometendo o modelo neoliberal. Ao mesmo tempo, uma acomodação da socialdemocracia nos anos de liberalismo, […]
    bloglimpinhoecheiroso

Parece que o URL do site WordPress foi configurado incorretamente. Verifique o URL nas configurações do widget.

%d blogueiros gostam disto: