Que venha a CPI

LysaneasDomingo, largo do machado, rio de janeiro. 1974, ditadura militar.  Lysâneas Maciel sobe num banquinho e anuncia os argumentos para se votar no MDB. Parte da juventude politizada do Rio de Janeiro está fechada com o voto nulo. 

A praça coalhava de arapongas. Tensão no ar. Lysâneas parece uma figura mítica. Destemido, eleva sua voz. Ignora os arapongas. Fala da fragilidade do congresso sob o arbítrio da ditadura. Mas ressalta a sobrevivência, na letra da lei, do instituto da CPI, Comissão Parlamentar de Inquérito. 

Com o apoio de 1/3 dos deputados, é possível criar uma CPI. Lysâneas quer criar uma CPI sobre a tortura. Apela a cada um dos presentes. Lembra que naquele mesmo instante há gritos de dor nos porões. Há uma máquina de moer carne e alma a todo vapor. Precisa do nosso  voto para travar a batalha pela criação da CPI.

A luta contra a tortura precisa ocupar o espaço do parlamento.

Batalha que nenhum órgão da mídia cobriu, noticiou ou comentou.

Nenhuma manchete no Jornal Nacional.

Amigos que pregam o voto nulo estão presentes. Sussurram argumentos, tecem análises supostamente embasadas no materialismo histórico.

O corpo, a voz, a atitude daquele homem clamam por um compromisso ali, invisível, informal mas com a firmeza de uma prega funda.

Somos gatos pingados na praça. Saio convicto do voto.

O boca a boca ocorre. 100 mil votaram em Lysâneas para renovar seu mandato de deputado federal, uma eleição consagradora.

Dois anos depois, Lysâneas Maciel foi cassado. A CPI pela qual ele batalhou jamais foi instalada. A CPI era um tabu. A tortura continua no Brasil.

Nos dias de hoje, a CPI foi apropriada pelos golpistas, como antevisto pelo então deputado tucano e hoje senador Artur Virgílio, em 2001:

“Imagine, então, um eventual governo do PT, exposto, no Congresso Nacional, a um pedido de CPI atrás do outro, fictício ou não, legítimo ou não, um atrás do outro. Viria a ingovernabilidade, o caos administrativo e, quem sabe, a interrupção do mandato presidencial”.

Que venha a CPI da Petrobras, com toda a sanha do Ali Kamel comandando as bancadas demotucanas.

Lugar de enfrentar os golpistas é na rua, à luz do sol.

Lysâneas Maciel não mudou a história do Brasil. Sequer mudou a história da tortura. E, ao mesmo tempo, fez muito mais do que isso. Enriqueceu a história humana.

Que não fique no esquecimento toda a sabotagem feita, no passado e no presente contra a petrobras:

explosão p36

Resgate impossivel

Publicado em Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

  • Seis meses de reforma trabalhista: um balanço
    Categoria:  Trabalho A reforma tem impactado setores marcados por baixos salários e alta rotatividade. Desde o início, críticos da reforma indicaram seu alto potencial de aumentar a desigualdade Foto: EBC Do Brasil Debate Por Barbara Vallejos Vazquez, Euzebio Jorge Silveira de Sousa e Ana Luíza Matos de Oliveira A reforma trabalhista (Lei 13.467/2017) acaba […]
  • Sem provas contra PT na Transpetro, Moro condena três investigados
    Categoria:  Justiça A prisão do investigado José Antônio de Jesus - Foto: Giuliano Gomes/PR Press    Jornal GGN - Após não achar provas de envolvimento do PT no pagamento de propina de contratos da NM Engenharia com a Transpetro, o juiz Sérgio Moro acabou fechando a investigação e condenou três investigados da 47ª fase da Operação Lava Jato.   O empresário A […]
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • A despedida do Balaio do Kotscho
    Adeus, amigos. Chegou a hora da despedida do Balaio do Kotscho aqui no R7, que publicou meu blog desde 2011. Foram quase seis anos e meio de convívio quase diário, de domingo a domingo (neste último, escrevi sobre o grande Rolando Boldrin, o "Sr.... Continue lendo
  • Última semana para a “reforma política”: eles só querem grana
    Acaba esta semana, no dia 7, o prazo para o Congresso Nacional terminar sua "reforma política" para que as mudanças propostas possam valer já na eleição de 2018. Como os dias úteis das excelências costumam terminar na quinta-feira, o tempo urge... Continue lendo
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • Dez fatos que justificam a CPI da delação, que a velha imprensa quer abortar 25/06/2018
    Joaquim de Carvalho, via DCM em 23/6/2018 A pressão da velha imprensa para que a Câmara dos Deputados não instale a CPI da Delação abre um novo capítulo na história de fracasso do jornalismo brasileiro: agora, os jornais e TVs brigam com a notícia e agem para que fatos obscuros não sejam esclarecidos – ela […]
    bloglimpinhoecheiroso
  • Prisão de Lula é inconstitucional, afirma ministro Marco Aurélio Mello à TV portuguesa RTP 23/06/2018
    Este Blog é mantido exclusivamente por seus assinantes. Assine você também. Apenas R$10 Você pode cancelar a assinatura a qualquer momentoClique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsAppVocê vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos Assine a newsletter do Blog do Mello […]
    Antonio Mello
  • Até a Folha já questiona atuação do Moro 25/06/2018
    Em audiência na semana passada, o juiz Sergio Moro ficou contrariado quando um homem afirmou ter sido intimidado por procuradores da Lava Jato há dois anos. “Essas perguntas, dando voltas, não... Blog de política Brasil. Os amigos do Presidente Lula
    noreply@blogger.com (Helena™)
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Cannot load blog information at this time.

%d blogueiros gostam disto: