O Caixa 2 e o Cupim na Cadeira do Senado

 Se depender deles, nada muda, só a manchete do dia

senado
PLENÁRIO / Pronunciamentos
26/03/2009 – 20h47
Em apartes, senadores manifestam solidariedade a Flexa Ribeiro e Agripino

O senador Mário Couto (PSDB-PA) afirmou, em aparte ao senador Flexa Ribeiro, que, quando aparecem sinais de queda na popularidade do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, busca-se desviar a atenção da população desse tipo de notícia.

– Querer desviar a atenção prejudicando senadores, é mesquinho – disse Mário Couto.

O senador comentou que o dano à imagem de seu colega de bancada já está feito, e que seria preciso que o Senado desse um esclarecimento oficial à Nação, para evitar o abalo moral à pessoal política de Flexa Ribeiro.

Já o senador Wellington Salgado (PMDB-MG), também em aparte, defendeu a adoção de medidas que garantam a proteção da honra dos parlamentares. A seu ver, está ocorrendo uma crise de autoridade no Senado Federal.

– Desmoraliza-se qualquer um aqui nesta Casa, como está acontecendo com o senador Flexa Ribeiro e com o senador José Agripino, e não acontece nada – protestou Salgado.

O senador Francisco Dornelles (PP-RJ) manifestou sua solidariedade ao senador Flexa Ribeiro e partilhou sua indignação com a “divulgação irresponsável feita pela Polícia Federal e pelo Ministério Público”.

Igualmente, o senador Jayme Campos (DEM-MT) disse que o país está refém da Polícia Federal, do Ministério Público e de parte da imprensa nacional, “que muitas vezes não tem escrúpulos em acusar, de forma leviana, senadores, deputados e empresários”. Jayme Campos lamentou que a credibilidade de pessoas como os senadores Flexa Ribeiro e José Agripino fique abalada diante da população.

– Lamentavelmente, todos os dias temos que ficar justificando fatos como esses para os amigos, para o povo do estado, para o povo brasileiro – disse Jayme Campos.

O senador Efraim Moraes (DEM-PB), também em aparte, ressaltou a retidão do senador Flexa Ribeiro. Efraim insistiu em que é importante apurar o que se refere à denúncia de superfaturamento na construção da Refinaria Abre e Lima, que aparece na mesma investigação da Polícia Federal. Ele lembrou que a Construtora Carmargo Corrêa é responsável pela obra, que é uma parceria do governo brasileiro com o governo da Venezuela.

– Eu tenho a convicção – disse Efraim – de que nós devemos ir até à Refinaria Abreu e Lima para tentar saber o que está acontecendo com essa obra lá em Pernambuco. Estão tentando desviar a nossa atenção acusando os senadores Flexa Ribeiro e José Agripino, coincidentemente, dois senadores que não têm receio de fazer uma oposição firme, correta e transparente, uma oposição construtiva.

Em seu aparte, o senador Heráclito Fortes (DEM-PI) disse considerar que os senadores estão dando demasiada atenção às acusações de recebimento de doações que foram feitas na campanha passada. A seu ver, a operação da Polícia Federal foi destinada, especialmente, a apurar a possível existência de superfaturamento na Refinaria Abreu e Lima.

– Acho que os senadores foram “boi de piranha” nesse episódio; não devem perder mais tempo com isso, afirmou Heráclito. – Agora, a operação precisa continuar, é preciso que se apure se é verdade que houve superfaturamento na construção da usina. Aí sim, ali está havendo um propinoduto, não para questões passadas, mas para questões futuras, e de um futuro bem próximo.

Da Redação / Agência Senado
(Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)
           Comentário: Sem comentários  

27/03/2009

Como se sabe

SE O enredo básico do que é investigado pela PF envolvendo a Camargo Corrêa for confirmado, o escândalo será mais um argumento forte contra o financiamento público integral de campanhas políticas.

O CASO ajuda a alertar para a grande possibilidade de, estatizadas as despesas dos partidos e candidatos nas eleições, o contribuinte pagar duas vezes: no caixa um e no dois.

NO UM, pela via legal; no caixa dois, por meio do superfaturamento de obras da administração direta ou de estatais, arcado, em última análise, pelo Tesouro.

Comentário: O Globo defende com unhas e dentes o financiamento privado. Os políticos devem continuar devendo favores às grandes corporações e com o rabo preso para a mídia explorar casos quando assim for necessário.

27/03/2009

Brasília – Eliane Cantanhêde: A PF contra-ataca

BRASÍLIA – Depois de viver os louros de operações de nomes curiosos e de alvos mais curiosos ainda (juízes, governadores, senadores, delegados…), a Polícia Federal sofreu duro golpe com o desenrolar das investigações sobre o modus operandi, nada ortodoxo, da dupla Paulo Lacerda, então na Abin, e Protógenes Queiroz, delegado da instituição responsável pelo caso Daniel Dantas. 
O que começou sob aplausos nacionais andou de marcha-a-ré, como as próprias declarações de Tarso Genro (Justiça). Nos primeiros momentos, ele comemorou a operação contra Dantas, Naji Nahas e Celso Pitta. Depois admitiu “erros”, mas insistiu que havia “indícios robustos” de crimes. No fim, fechou a boca (e os olhos e ouvidos), enquanto Lula invertia o jogo: o comemorado Paulo Lacerda saiu da Abin, do Planalto e finalmente do país, despachado para um cargo em Portugal, enquanto Protógenes caía da Operação Satiagraha, depois do cargo da PF e pode perder o próprio emprego. 
Bem, tudo isso para chegar até os últimos lances, nesta semana: as prisões de diretores da Camargo Corrêa e da dona da Daslu, Eliana Tranchesi. Se há motivos, que sejam punidos. Mas que não sejam só bodes expiatórios para a PF passar por cima da polêmica e dos erros de Protógenes e voltar à glória e à ribalta. 
O que mais chama a atenção é um diretor dizer a outro numa gravação que pagou R$ 300 mil “a Agripino e partido”. Ok. Agripino vem a público, diz que foi doação de campanha e que recebeu mesmo e apresenta o recibo. Mata a cobra e mostra o pau. Ou doação de campanha é crime? 
A PF tem ótimos serviços prestados, e é fácil recuperar credibilidade, até porque a opinião pública é a seu favor. Desde que não queira “apagar” o episódio Protógenes caindo nas mesmas esparrelas. É tombo certo. 

 

Comentário: Dona Eliane Catanhêde, o que a prisão da dona da Daslu tem a ver com o restante? E o Ministério Público e os juízes?

Do blog da FSP (Kennedy Alencar) Constituinte exclusiva?

Vira e mexe, surge a ideia de uma Constituinte exclusiva para a reforma política. A eleição de legisladores que tivessem de seis a nove meses para elaborar novas regras do jogo político.

Este jornalista não tem muita simpatia. O ideal seria o Congresso fazer as mudanças dentro de sua rotina. Mas é uma proposta que vale ser debatida.

Comentário: Este congresso fazer a reforma política?

Desta vez a orquestra ainda não está afinada

No O Estado de São Paulo, FHCardoso

FHC acha estranho que PT esteja de fora

Segundo ele, empreiteira acusada teria sido a única a não doar à sigla

Carolina Freitas e Marcelo Moraes

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse ontem, em São Paulo, estranhar o fato de o PT não aparecer entre os partidos citados na Operação Castelo de Areia. “Me parece estranho. (A Camargo Corrêa) é uma empresa grande, que certamente deve ter apoiado a campanha de todo mundo. E, pelo que vi, o apoio era legal”, disse ele, para ironizar: “Terá sido a única empresa grande que não deu nada ao PT. O partido deveria protestar por não ter recebido nada”. 

O Globo
Doações legais da construtora, em 2006, somaram R$ 6,9 milhões
Wagner Gomes

SÃO PAULO. A Construtora Camargo Corrêa fez doações para candidatos de vários partidos consideradas legais pela Justiça Eleitoral. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), alguns candidatos chegaram a receber R$ 500 mil na campanha eleitoral do ano passado. É o caso da candidata à prefeitura de Curitiba, Gleisi Hoffmann (PT), mulher do ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, que perdeu as eleições para o tucano Beto Richa. Ela recebeu R$ 150 mil em 30 de julho, R$ 150 mil em 22 de agosto e R$ 200 mil sete dias depois. Apenas na campanha de 2006, a construtora doou legalmente a partidos R$ 6,9 milhões no total, segundo o site Contas Abertas.
O prefeito de Recife, João da Costa Bezerra Filho (PT), recebeu em 2008, durante a campanha, R$ 200 mil da Camargo Corrêa. Doações menores foram feitas para Antônio Donato, candidato a vereador por São Paulo (R$ 50 mil); Maria das Dores de Oliveira Viana, candidata do PT à prefeitura de Deodápolis, em Mato Grosso do Sul (R$ 20 mil); Mário Alberto Kruger, que disputou pelo partido a prefeitura de Rio Verde de Mato Grosso (R$ 20 mil); e Sebastião Alves de Almeida, candidato à prefeitura de Guarulhos (R$ 15 mil). Outros candidatos receberam R$ 5 mil.

Comentário: FHCardoso não combinou com O Globo, coisa rara de acontecer.

Da Agência Chasque
Deputados receberam doações de Daniel Dantas

A Polícia Federal investiga supostas doações do banqueiro DANIEL DANTAS às campanhas eleitorais dos deputados RAUL JUNGMANN, do PPS de Pernambuco, e MARCELO ITAGIBA, do PMDB do Rio de Janeiro. / Oficialmente, o Banco Opportunity de DANTAS não realizou doações eleitorais desde 2002./ As doações que somam TRINTA MILHÕES E QUARENTA E QUATRO MIL reais./ As doações ilegais, o chamado caixa dois dos candidatos, está sendo investigado pela Operação Satiagraha da Polícia Federal.

Deu Cupim na cadeira? 
“aquele senado é uma bagunça”

Verifique no Diário Gauche, é só clicar


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado em Notícias
2 comentários em “O Caixa 2 e o Cupim na Cadeira do Senado
  1. JOEL PALMA disse:

    GALERAAAAAAAAAA…já estão se tornando bizantinhas as discussões sobre o PROBREMA DA POLÍTICA no Brasil…prestatenção GALERA…QUEM, pergunto, QUEM já foi condenado por CORRUPÇÃO ATIVA neste lindo país? O PROBREMA está aonde sempre esteve…prefeito, vereador, deputado, senador, governador, presidente…a gente troca…E JUIZ? aí é que está…JUIZ…seja da primeira à última instância…se não pune, como querer que se restrinjam as atividades ilícitas no país? PRESTENÇÃO GALERA, antes de ficar criticando, criticando, falando e blá blá blá…é no JUDICIÁRIO que está hoje, o maior problema do país…EM TODAS AS SUAS SITUAÇÕES, haja vista a QUESTÃO DANTAS!!! não adianta falar que partido A ou B são corruptos, se não há punição…E LEMBREM-SE: IMPUNIDADE é falta de JUDICIÁRIO, não é polícia…Prefeito, Governador ou Presidente, não prendem, não mandam prender e não condenam…SIMPLES?

  2. tivibrasil disse:

    Joel, aproveito sua argumentação para sugerir um artigo do Nassif:
    http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/03/29/o-caso-valmir-campelo/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Xadrez da globalização e da financeirização
    Categoria:  Coluna Econômica Luis Nassif Caso 1 - as guerras internas na geopolítica Desde a criação do padrão ouro, sempre houve uma disputa interna, nos países, em torno do modelo. O padrão ouro era essencial para a globalização do sistema financeiro, ao criar uma medida de valor global para os países que aderiam. Por outro lado, impedia os países de prati […]
  • Clipping do dia
    As matérias para serem lidas e comentadas.
  • O “Fora Diniz!” que a Globo não mostrará 24/06/2017
    Marcelo Auler Neste domingo (25/06), a Avenida Atlântica, em Copacabana (zona Sul do Rio), será palco de mais uma manifestação com a bandeira do “Fora”. Mas, […] O post O “Fora Diniz!” que a Globo não mostrará apareceu primeiro em Marcelo Auler.
    Marcelo Auler
  • CCJ pode impor novo revés a Temer 22/06/2017
    Marcelo Auler “A matéria tem sido discutida de forma açodada. Em que pese as inúmeras sugestões enviadas a este Senado Federal pelas diversas representações dos trabalhadores […] O post CCJ pode impor novo revés a Temer apareceu primeiro em Marcelo Auler.
    Marcelo Auler
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • Lula e Bolsonaro sobem para 2018; o PSDB encolhe
    O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), ex-militar candidato da extrema-direita, engoliu os presidenciáveis do PSDB na disputa pelo segundo lugar, enquanto o ex-presidente Lula sobe e segue líder disparado em todos os cenários de primeiro turno... Continue lendo
  • São Paulo de Ceni & Leco segue rumo à degola
    Eles conseguiram. Com tantos erros na compra e venda de jogadores, escalações e substituições, a pomposa dupla Ceni & Leco, que transformou o Morumbi em armazém de secos e molhados, está levando o tricampeão mundial para a zona da degola... Continue lendo
  • Sem Lula e o PT, Brasil será governado pela extrema-direita 26/06/2017
    Em 30 junho de 2013, o Blog da Cidadania divulgou análise afirmando que as manifestações por 20 centavos iriam gerar traição de Michel Temer, um golpe parlamentar via impeachment de Dilma Rousseff e uma crise econômica sem precedentes. Agora, o Blog avisa: se a esquerda não se unir em torno de Lula e do PT, o país vai cair na mão da extrema-direita. […]
    admin
  • Luis Nassif: Como a Globo tornou-se ameaça à soberania nacional 27/06/2017
    Luis Nassif, via Jornal GGN em 26/6/2017 A TÍTULO DE INTRODUÇÃO – O QUE ESTAVA EM JOGO Como abordamos em vários postagens, havia um mundo em transformação, a China e os Brics irrompendo como poderes alternativos, a crise de 2008 comprometendo o modelo neoliberal. Ao mesmo tempo, uma acomodação da socialdemocracia nos anos de liberalismo, […]
    bloglimpinhoecheiroso

Parece que o URL do site WordPress foi configurado incorretamente. Verifique o URL nas configurações do widget.

%d blogueiros gostam disto: