Vingança da Abudância

Clique para texto original

 Lembra os bons velhos tempos, quando costumávamos falar da “crise dos subprime” e alguns ainda pensavam que esta crise poderia ser “contida”? Oh, a nostalgia!

Hoje sabemos que o empréstimo subprime era apenas uma pequena fração do problema. Até mesmo os maus empréstimos imobiliários, em geral, eram apenas parte do que deu errado. Vivemos em um mundo de mutuários encrencados, desde construtores de shopping centers até países europeus que viviam “milagre” econômico. E novos tipos de problemas de dívidas continuam surgindo.

Como aconteceu esta crise da dívida mundial? Por que é tão abrangente? A resposta, eu diria, pode ser encontrada em um discurso que Ben Bernanke, presidente do Federal Reserve, deu há quatro anos. Na época, Bernanke estava tentando acalmar os ânimos. Mas o que ele disse na verdade foi o presságio da quebra que estava por vir.

O discurso, intitulado “A Fartura da Poupança Global e o Déficit das Contas Correntes nos Estados Unidos”, ofereceu uma nova explicação para o aumento rápido do déficit comercial norte-americano no início do século XXI. As causas, segundo Bernanke, não estão na América, mas na Ásia.

Ele mostrou que , em meados da década de 1990, as economias emergentes da Ásia foram os principais importadores de capital, tomando empréstimos no exterior para financiar seu desenvolvimento. Mas depois da crise financeira asiática de 1997-98 (que se apresentou como grande coisa na época, mas em comparação com o que está acontecendo agora parece trivial), estes países começaram a se proteger acumulando grandes reservas em ativos no estrangeiro e, por consequência, exportando capital para o resto do mundo.

O resultado foi um mundo inundado em dinheiro barato, que procurava algum lugar para ir.

A maior parte deste dinheiro foi para os Estados Unidos – daí o déficit comercial gigante, porque o déficit comercial é a outra face da entrada de capital. Mas como Bernanke apontou muito bem, o dinheiro também foi para outros países. Em particular, várias das menores economias europeias receberam um fluxo de capital que, ainda que muito menor em dólares do que aquelas injetadas nos Estados Unidos, eram bem maiores se comparadas ao tamanho de suas economias.

Ainda assim, muito da fartura da poupança global foi parar na América. Por quê?

Bernanke citou “a profundidade e sofisticação dos mercados financeiros do país (os quais, dentre outras coisas, permitiram às famílias acesso fácil à riqueza imobiliária)”. Profundidade, sim. Mas sofisticação? Bem, pode-se dizer que os banqueiros americanos, fortalecidos por um quarto de século de zelo desregulatório, levaram o mundo a encontrar formas sofisticadas de enriquecer a eles próprios ao esconder riscos e enganar investidores.

Muitos dos outros agraciados com esta enxurrada de capital foram sistemas financeiros porcamente regulados e escancarados. Isto pode explicar a algo assustadora correlação entre os elogios conservadores de dois ou três anos atrás e o desastre econômico de hoje. “As reformas fizeram da Islândia um Tigre Nórdico”, declarou um artigo do Instituto Cato. “Como a Irlanda Tornou-se o Tigre Celta” era o título do artigo da Heritage Foundation; “O Milagre Econômico da Estônia” era o título de outro. Todas estas três nações estão em crise profunda agora.

Por algum tempo, a entrada brusca de capital criou a ilusão de riqueza nestes países, exatamente como ocorreu com os proprietários americanos: o preço dos ativos estava subindo, as moedas estavam fortes e tudo parecia bem. Mas bolhas, mais cedo ou mais tarde, sempre estouram e as economias miraculosas de ontem tornaram-se os casos perdidos de hoje, nações cujos ativos evaporaram, mas cujas dívidas continuam de todo reais. E estas dívidas são um fardo especialmente pesado porque a maioria dos empréstimos foi estabelecida em moedas de outros países.

Os danos não são exclusividade dos tomadores originais de empréstimos. Nos Estados Unidos, a bolha do mercado imobiliário estava situada principalmente nas regiões costeiras, mas quando a bolha estourou, a demanda por bens manufaturados, especialmente de carros, desmoronou – o que teve um efeito bastante pesado no coração industrial da América. Da mesma forma, as bolhas da Europa estavam situadas na periferia do continente, ainda que a produção industrial da Alemanha – que nunca teve uma bolha financeira, mas é o coração industrial da Europa – esteja caindo rapidamente, graças ao despencar da exportação.

Se quiser saber de onde veio a crise global, então pense da seguinte forma: assistimos a vingança da abundância.

E a abundância da poupança ainda está por aí. Na verdade, está maior do que nunca, agora que os consumidores subitamente empobrecidos redescobriram as virtudes da parcimônia e o boom imobiliário mundial, que serviu de vazão para todo o excesso de poupança, virou uma perda generalizada.

Uma maneira de ver a situação internacional agora é que estamos sofrendo o paradoxo global da parcimônia: ao redor do mundo, o montante economizado excede a quantia que as empresas desejam investir. E o resultado é um colapso global que deixa todos em situação pior.

E foi assim que nos metemos nesta confusão. E ainda procuramos pela saída.

Paul Krugman

Publicado em Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • PSDB e Temer saem derrotados no julgamento do STF. Por Joaquim de Carvalho. 28/06/2017
    O PSDB e Michel Temer, aliados na defesa deste governo, foram derrotados esta tarde pelo Supremo Tribunal Federal. O governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, do PSDB, e Rodrigo Rocha Loures, longa manus do presidente da república, queriam remover o ministro Édson Fachin da relatoria da investigação e do processo que envolvem a […] O post PSDB e T […]
    Joaquim de Carvalho
  • Sob o jugo de Temer a PF definha em praça pública. Por Carlos Fernandes 28/06/2017
    É triste quando trilhamos com tanta avidez um caminho que nos leva inevitavelmente ao crepúsculo do que um dia foi o nosso melhor momento. Dessa maneira deve estar se sentindo hoje a Polícia Federal. Uma das instituições mais valorizadas nos governos de Lula e Dilma, a PF, fortalecida e com a sua independência plenamente garantida, […] O post Sob o jugo de T […]
    Carlos Fernandes
  • A lista tríplice para PGR ou o porre do MPF 28/06/2017
    Eugênio José Guilherme de Aragão (*) Depois de uma campanha profissional, como manda o figurino Janot na corporação, o vitorioso da eleição interna para a lista […] O post A lista tríplice para PGR ou o porre do MPF apareceu primeiro em Marcelo Auler.
    Marcelo Auler
  • Daqui não saio, daqui ninguém me tira! 28/06/2017
    Arnaldo César (*) É admirável o arsenal de truques, mentiras, abusos, caradurismo e irresponsabilidades de toda a ordem que a camarilha de Temer tem utilizado para […] O post Daqui não saio, daqui ninguém me tira! apareceu primeiro em Marcelo Auler.
    Marcelo Auler
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • A felicidade nos olhos da menina que não vê
    Aconteceram tantas coisas importantes nas últimas horas sobre as quais eu poderia comentar (ver link para o Jornal da Record News no final deste texto), mas não me sai da cabeça a imagem da felicidade brilhando nos olhos da menina que não vê.... Continue lendo
  • Temer X Janot e Lula X Moro: é hora do vale-tudo
    Chegou a hora do vale-tudo na guerra aberta entre o Judiciário e a classe política. As defesas de Temer e Lula resolveram partir para o ataque contra seus acusadores Janot e Moro, respectivamente. Rodrigo Janot denunciou Michel Temer por corrupção... Continue lendo
  • Os 8 processos contra Vaccari se baseiam em delações sem provas 29/06/2017
    ATENÇÃO - Na última quarta-feira à noite, em evento que contou com representante da cúpula do PT, o Blog apurou que o partido já acredita que João Vaccari Neto será absolvido totalmente da enxurrada de processos farsescos abertos contra si. Sua absolvição total vai desmascarar o golpe e os golpistas. E pavimentará o caminho da vitória de Lula no ano que vem. […]
    eduguim
  • A tropa de Temer que apareceu de forma “espontânea” em seu pronunciamento 28/06/2017
    Quem são as pessoas que formaram a comitiva de Temer Temer chegou a agradecer no discurso a presença “espontânea” dos parlamentares, mas a participação deles não foi voluntária; veja quem são. Via O Tempo em 28/7/2017 Veja quem faz parte da tropa de Temer 1) Baleia Rossi (PMDB/SP) 2) Goulart (PSD/SP) 3) Lelo Coimbra (PMDB/ES) […]
    bloglimpinhoecheiroso
  • A fortuna de Aécio 29/06/2017
    O senador Aécio Neves não pode reclamar da sorte. Em março, ele foi gravado pedindo R$ 2 milhões a Joesley Batista. Sua irmã foi presa por negociar a entrega do dinheiro. Seu primo foi preso por... Blog de política Brasil. Os amigos do Presidente Lula
    noreply@blogger.com (Helena™)
  • Delação que envolve arrecadador de campanha de tucanos enfrenta resistência do MPF 29/06/2017
    Doleiro e empresário afirmou que mostraria provas de um repasse de R$ 100 milhões em propina a Paulo Vieira, o Paulo Preto, durante a gestão de José Serra como governador de São Paulo.Nas primeiras... Blog de política Brasil. Os amigos do Presidente Lula
    noreply@blogger.com (Helena™)

Parece que o URL do site WordPress foi configurado incorretamente. Verifique o URL nas configurações do widget.

%d blogueiros gostam disto: