México, Guerra às Drogas e Recessão

Atualizações ao final do post

Para a mídia brasileira nada demais se passa no México.

Ciudad Juaréz é maior cidade da fronteira México-EUA.

Seu chefe da polícia, Roberto Orduña Cruz, renunciou ao cargo.

Supostos narcotraficantes ameaçaram matar um policial a cada 48 horas enquanto ele não renunciasse.

Na 4.a feira, em cinco pontos da cidade apareceram cartazes com a mensagem: “si no renuncia a su cargo vamos a matar un agente cada 48 horas por corruptos y apoyar a un grupo del crimen organizado”.

aviso

Ontem o subchefe do comissariado da cidade e dois guarda-costas  foram assassinados, com mensagens dizendo que a ameaça fora cumprida

Al Jazeera: "O duplo assassinato na 5.a feira levou à renúncia de Orduna horas depois"

 

Prefeito da cidade declara que isto não significa vitória do crime organizado.

“Esto no significa de ninguna manera que el crimen organizado haya logrado triunfar con sus amenazas, y la depuración de la corporación continuará hasta lograr que sea confiable”.

Outras 11 pessoas foram executadas no Estado na 5.a feira.  Oito, na Ciudad Juárez, ; dois na ciudad de Parral; uma na capital e outra no município de Guazapares.

Em janeiro noticiávamos:

EUA reforçará sua fronteira por causa da Guerra às Drogas no México:

“Estados Unidos completó ya un plan de contingencia para su frontera sur, con la finalidad de prepararse ante la violencia generada en México por el narcotráfico. La iniciativa incluye la movilización de elementos de seguridad civiles y militares, así como la utilización de aviones, vehículos blindados y equipos especiales”. (La Jornada)

Muro que divide Tijuana e San Diego. Trabalho da fotógrafa que documenta a vida na fronteira dos 2 países. Veja outras clicando na foto.

México é o principal produtor de marijuana no mundo, com 18% do cultivo mundial: 7 mil e 400 toneladas segundo dados das Nacões Unidas, para o  ano de 2006. A maconha é a droga ilegal que mais se consume no mundo, aproximadamente 2,8% da população mundial consome a planta.

As estratégias atuais do México de Guerra às Drogas, conformes à orientação dos EUA, fracassaram.

EM FEVEREIRO: MIL EXECUÇÕES EM 53 DIAS.

A violência é enorme. O poder dos cartéis cresce. O exército entrou na guerra.

Ao mesmo tempo, a crise econômica cresce.

 

lajornada

Migrante Mexicano: “Está tão difícil nos EUA que os próprios patrões nos deportam”

deportacao

Pela primeira vez, em décadas, a remessa de dinheiro de trabalhadores mexicanos no exterior diminuiu.

O medo e a violência dominam o ambiente político. Há, de um lado, o clamor pela maior participação do exército no combate às drogas. Por outro lado,há o temor de que a corrupção, que já envolve a polícia mexicana, se estenda mais ainda para as forças armadas.

Setores da população pobre sentem que são as maiores vítimas da violência oficial.

El Universal é um jornal conservador cuja cobertura da violência se dá sob a seguinte imagem:

el-universal

A manchete de hoje é “Récord negro: mil ejecuciones en 51 días”.

E destaca um apelo da ONU para impedir a legalização:

EL UNIVERSAL
VIERNES 20 DE FEBRERO DE 2009 

“Ante el hecho de que la mariguana es la droga de mayor consumo en el mundo, la Junta Internacional de Fiscalización de Estupefacientes (JIFE, órgano dependiente de la ONU) cuestionó las políticas tendientes a despenalizarla, por lo que urgió a todos los gobiernos a cumplir su compromiso de impedir su uso legal y contar con programas para prevenirlo”.

Não há solução fácil. Os lucros do tráfico ilegal e a corrupção são muito fortes.

Colunistas daqui, à época do NAFTA e da discussão sobre a ALCA, diziam que a modernização estava bem encaminhada no México. 

Talvez por isto o silêncio.

Atualização 1/03/2009

poder-do-narco

Fronteira norte sob o controle do narcotráfico

.Produção cai 43% na região

.Empresários de todos os setores pagam “proteção”

.Corrupção e desinteresse do goveno: caldo de cultura

.Delinquência deixou ontem 28 mortos, 11 em Chihuahua.

 

Atualização 24/02/2009: Preso ex militar implicado no ataque à escolta do governador de Chihuahua. O comboio do governador foi atacado no domingo à noite e um guarda costa foi morto e dois ficaram gravemente feridos. Procuradoria acredita que não foi tentativa de atentado ao governador mas à escolta. O que dá uma mostra de como a guerra de gangues está infiltrada na polícia e nas forças armadas.

O diretor do departamento de Direitos Humanos da Secretaría da Defesa Nacional, Jaime Antonio López Portillo, considerou que frente ao 45 mil soldados que diariamente combaten o crime organizado no México, as 671 queixas feitas contra a instituição por violentar estas garantias son aceptables em termos numéricos. ( Pela teoria da Folha de São Paulo, algo como barbaribranda).

As organizações de defesa dos direitos humanos discordam:

han cometido cientos de violaciones graves a los derechos humanos; han ultrajado ancianas, señoras y menores de edad; han asesinado a ciudadanos en los retenes; han torturado, saqueado hogares, desaparecido personas; han detenido ilegalmente, y (han perpetrado) muchas atrocidades más.

El Universal (23/02/2009): “As extorsões baseadas no terror além de se multiplicarem exponencialmente nos últimos meses, não discriminam suas vítimas.

Empresários, diretores de escolas, yonkeros (vendedores de peçasusadas) ou  professionais liberais são alvo, por igual,  do crime organizado. “En 2008, en el estado de México se registraron 2 mil casos, por los cuales se pidieron 247 millones de pesos”.

Exército protege quartel após ataque

Publicado em Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Filósofa Marilena Chauí é a nova professora emérita da FFLCH-USP
    Categoria:  Educação Sugestão de Gilberto Cruvinel Outorga do Título de Professora Emérita à Marilena de Souza Chauí Da FFLCH-USP Durante seu discurso de agradecimento, a docente também proferiu uma aula sobre autoritarismo, defesa da universidade pública e concepção da docência Em sessão solene realizada no dia 13 de dezembro, às 14h, na Sala do Conselho Un […]
  • VALEU! Dominó de Botequim, capítulo 10, por Rui Daher
    Categoria:  Crônica Caros amigos Darcy, Ariano, Melodia e Dr. Walther, Hoje, falo eu. Sei vocês ocupados em organizar o ecumenismo aí no céu. Aqui também não está fácil. Mas quando o foi? Vocês notaram as ilustrações, neste GGN, para o texto “Xadrez do grande bacanal pós impeachment, do Luís Nassif? Genial, corajoso, sensacional, indutivo à felicidade, que m […]
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • A despedida do Balaio do Kotscho
    Adeus, amigos. Chegou a hora da despedida do Balaio do Kotscho aqui no R7, que publicou meu blog desde 2011. Foram quase seis anos e meio de convívio quase diário, de domingo a domingo (neste último, escrevi sobre o grande Rolando Boldrin, o "Sr.... Continue lendo
  • Última semana para a “reforma política”: eles só querem grana
    Acaba esta semana, no dia 7, o prazo para o Congresso Nacional terminar sua "reforma política" para que as mudanças propostas possam valer já na eleição de 2018. Como os dias úteis das excelências costumam terminar na quinta-feira, o tempo urge... Continue lendo
  • Político que não defender internet livre não se elege 16/12/2017
    Trump acabou com a internet livre nos EUA. Agora, os americanos vão ter que pagar muito mais caro para poder acessar SÓ alguns conteúdos. Se não quiser que o mesmo aconteça no Brasil, comece a se mexer JÁ. Há um jeito muito simples de impedir que Temer venda seu pescoço. De novo! Clique na imagem, leia a matéria e divulgue até não poder mais. Enquanto dá tem […]
    eduguim
  • Para economizar, Banco Mundial quer que Temer acabe com o ensino superior gratuito 22/11/2017
    Via Estadão Conteúdo em 21/11/2017 Para cortar gastos sem prejudicar os mais pobres, o governo deveria acabar com a gratuidade do ensino superior. Essa é uma das sugestões apresentadas no relatório “Um ajuste justo – propostas para aumentar eficiência e equidade do gasto público no Brasil”, elaborado pelo Banco Mundial. A ideia é que o […]
    bloglimpinhoecheiroso
  • PF investiga relação entre Aécio Neves, Cabral e ex-secretário da Casa Civil do Rio 17/12/2017
    A Polícia Federal investiga as relações do senador tucano Aécio Neves (MG)  com integrantes de escritório alvo na Lava Jato por fazer parte do esquema do ex-governador Sérgio Cabral (PMDB-RJ).... Blog de política Brasil. Os amigos do Presidente Lula
    noreply@blogger.com (Helena™)
  • Citados por propina devem responder apenas por caixa dois 17/12/2017
    Quase metade dos políticos acusados de serem beneficiados pelo departamento de propina da Odebrecht poderão responder por um crime considerado menor: o de falsidade ideológica eleitoral, mais... Blog de política Brasil. Os amigos do Presidente Lula
    noreply@blogger.com (Helena™)
  • Three Myths About the Poor That Republicans Are Using to Support Slashing the US Safety Net
    Thirty seconds: That's how long it takes to support the independent journalism at Truthout. We're counting on you. Click here to chip in! Republicans continue to use long-debunked myths about the poor as they defend lower taxes for the rich and deep cuts to the social safety net to pay for them. In so doing, they are essentially expressing scorn fo […]
  • Dig in: This Must Be the Winter of Our Discontent
    Activists stage an anti-Trump protest in front of the US Supreme Court January 23, 2017, in Washington, DC. The group, Refuse Fascism, called for a "must stop business as usual this week" to "stop the Trump/Pence regime." (Photo: Alex Wong / Getty Images) I am afraid of spiders, sharks, cancer and clowns, but nothing terrifies me more tha […]

Parece que o URL do site WordPress foi configurado incorretamente. Verifique o URL nas configurações do widget.

%d blogueiros gostam disto: