Curtas da Tarde/Noite

98% dos votos apurados (23h48):
 Kadima=22% (28 cadeiras); Likud = 21% (27 cadeiras); Beiteinu = 12%(14 cadeiras); Trabalhistas = 10% (13 cadeiras). Likud avançou uma cadeira.

Os dois primeiros declaram vitória.

Livni, ex agente do Mossad, porque terá cerca de 22% dos votos e 29 cadeiras no parlamento. O maior partido.

Netanyahu, com 21% dos votos, porque lidera coligação que deverá fazer entre 63 e 64 cadeiras.

Nenhuma notícia aqui será boa para os palestinos.

91% dos votos apurados (22h52)

Nada se altera em relação à rodada anterior.

Esquerda Machucada

Líder do Meretz (esquerda, fará 3% dos votos e 3 cadeiras) Haim Oron disse, “a esquerda sai muito machucada.”

Hadash, partido que une o Partido Comunista, Panteras Negras e independentes de esquerda farácerca de 4 cadeiras com 3% dos votos.

Grupo “Holocaust Survivors and Grown-Up Green Leaf”, “Sobreviventes do Holocausto e Plantadores da Folha Verde (maconha)” não consegue 1% dos votos.

Grupo “Lista Árabe Unida” deve conquistar 5 cadeiras com 4% dos votos. Outro grupo árabe a ser representado no parlamento com 3% dos votos e 3 cadeiras é o “Balad”.  Estima-se que abstenção entre os árabes de Israel tenha chegado a 50%. Na eleição anterior foi de 46% e na anterior 38%.

Presidente da “Lista Árabe Unida”, Ahmed Tibi, declarou: “Não sei quem é pior, Netanyahu ou Livni. Permaneceremos neutros nesta disputa”.

O grupo árabe “Filhos da Terra” fez campanha pela abstenção. Para ler entrevista com Tibi, o  árabe contra a abstenção, clique aqui.

Com 86% dos votos apurados (22h36):

Kadima avança 1 cadeira, trabalhistas mais 1 e Likud menos 1.

Kadima=23% (29 cadeiras); Likud = 22% (27 cadeiras); Beiteinu = 12%(15 cadeiras); Trabalhistas = 10% (13 cadeiras). 

Com 80% dos votos apurados (22h20):

Resultados praticamente iguais a rodada anterior com 50% dos votos apurados. Em termos de cadeiras, rigorosamente igual.

Diferença do kadima para likud é menor do que 1% dos votos.

Kadima=23% (29 cadeiras); Likud = 22% (28 cadeiras); Beiteinu = 12%(16 cadeiras); Trabalhistas = 10% (12 cadeiras). Outros = 24 cadeiras.

Líderes articulam alianças

Netanyahu: “Direita liderada pelo Likud teve uma clara vitória”
Livni convida Netanyahu para um governo de coalizão liderado pelo kadima. 

Projeções indicam que coligação de direita alcançará de 63 a 64 cadeiras.

A Folha não informa direito.

chute-folha

Folha só acertará se outros partidos de direita aceitarem compor com Livni como Primeira Ministra. Pode haver pressão, inclusive dos EUA, para isto. Mas, pelos números dos votos, o quadro atual não é o que a Folha aponta.

Pesquisa de Boca de Urna de Israel indica vitória da direita

São 120 cadeiras no Parlamento de Israel.

Pesquisa do Canal 1 dá 30 cadeiras para Kadima, partido de Tzipi Livni, 28 para Likud de Netanyahu , 14 para Beiteinu do extremista racista Lieberman e 13 para os trabalhistas.

Canal 2 , dá 29 para Kadima, 27 para Likud, 15 para Beiteinu e 13 para trabalhistas. 

Canal 10 indica 28 para Likud, 30 para Kadima, 15 para Beiteinu e 13 para trabalhistas. 

Para alcançar 61 votos neste parlamento, qualquer variação será importante.  Com os números da boca de urna, o mais provável é que o Likud consiga fazer a maioria de direita. A ver.

Krugman: Entre Vômito e Cavalo de Tróia

Diz que iria chamar o Plano de TANF2  (Assistência Temporária a Instituições Financeiras Necessitadas) sem, imagina, aqueles testes (mean-testing) ou requerimentos de trabalho exigidos quando a ajuda financeira envolve os pobres. [TANF é o nome do programa americano: Ajuda Temporária a Famílias Necessitadas – algo similar a um bolsa-família gordo].

Mas se rendeu ao apelido dado por Jamie Galbraith: Fundo de Alívio para Ativos Podres. Em inglês:  Bad Assets Relief Fund. Cujo Acrônimo, BARF, significa Vômito.

Krugman, por fim, imagina que o Plano possa ser um Cavalo de Tróia introduzido no sistema financeiro para contrabandear a política correta.

Sistema Financeiro trabalha contra a recuperação

Timothy Geithner, Secretário do Tesouro de Obama, disse que “ao invés de catalizar a recuperação, o sistema financeiro está trabalhando contra a recuperação e é esta dinâmica perigosa que precisamos mudar”

Palavras Duras, Mãos Gentis

As palavras duras de Timothy Geithner foram acompanhadas de uma promessa de mais US$1,5 trilhões para os bancos, entre dinheiro do tesouro. do FED e de particulares.

Timothy Geithner ganhou a batalha dentro do governo Obama contra os que queriam impor maiores condições para os bancos e contra os que queriam nacionalizá-los.

Promete apenas mais controle contábil e transparência.

Fotografia do sistema financeiro derruba bolsa de Nova York

dowjones

Publicado em Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • Lava Jato: irregularidades debaixo do tapete 18/09/2017
    Marcelo Auler Ao entender que não há elementos suficientes que provem a materialidade do crime de falsidade ideológica no Inquérito Policial (IPL) 01/2017-COAIN/COGER (autos 5003191-72.2017.404.7000) e […] O post Lava Jato: irregularidades debaixo do tapete apareceu primeiro em Marcelo Auler.
    Marcelo Auler
  • Gilberto Carvalho: “eleições sem Lula, vai ter guerra” 14/09/2017
    Marcelo Auler “Não vamos brincar com esta história de ter eleição no ano que vem sem o Lula. Não vai ser assim. Não pensem eles que […] O post Gilberto Carvalho: “eleições sem Lula, vai ter guerra” apareceu primeiro em Marcelo Auler.
    Marcelo Auler
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • Um novo general Mourão bomba nas redes sociais
    Calma, não há sinais de tropas, tanques e fuzis nas ruas. Mais do que o ataque de um militar da ativa à democracia, o primeiro desde o fim da ditadura em 1985, assustadora foi a repercussão do discurso-bomba do general Antonio Hamilton Martins... Continue lendo
  • Advogado viajou e STF adia decisão sobre prisão de Aécio
    Rodrigo Janot já deixou a Procuradoria-Geral da República e Raquel Dodge foi empossada pelo presidente Michel Temer na manhã desta segunda-feira, mas o STF ainda não julgou os três pedidos de prisão feitos contra o senador Aécio Neves,... Continue lendo
  • Ironia poética: general diz que milicos darão golpe nos golpistas 19/09/2017
    Foi poeticamente irônica a fala do general da ativa que disse em evento reaça em Brasília que "o alto comando das Forças Armadas" planeja dar um golpe militar. Esse recado não foi para o PT, foi para Executivo, Legislativo e Judiciário, que relativizaram o voto popular ao aceitar ou promover o golpe contra Dilma. Agora, os golpistas colhem o fruto […]
    eduguim
  • Na mesa de posse de Raquel Dodge, só Cármen Lúcia não é investigada 19/09/2017
    Via Congresso em Foco em 18/9/2017 Em seu discurso de posse, no qual prometeu firmeza e coragem no combate à corrupção, a nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, dividiu a mesa com três políticos suspeitos do crime que pretende enfrentar: os presidentes da República, Michel Temer (PMDB), da Câmara, Rodrigo Maia (DEM/RJ), e do Senado, […]
    bloglimpinhoecheiroso
  • Essa agora: Geddel diz que sofre ameaça de estupro na Papuda e quer ir pra casa 14/09/2017
    Que Geddel, o homem das malas e caixas com R$ 51 milhões de propina em casa, iria armar alguma para sair da Papuda e ficar em casa numa prisão domiciliar refrigerada a gente já sabia. Mas a desculpa que ele arranjou foi demais:A defesa de Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) alegou risco de “estupro” na Penitenciária da Papuda, local em que o ex-ministro está recolh […]
    Antonio Mello
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • This Year's Poverty Data Looks a Lot Different When You Break It Down by Race
    Last week's Census release of data on income, poverty, and health insurance demonstrated two things: There are policies that work for people who are struggling, and there is still a lot of work left to do -- especially for people of color in America. It is encouraging that the people who saw the worst losses in the years since the Great Recession -- spe […]
  • Can Trump Pardon Himself and His Children?
    Was it legal for Ronald Reagan to pardon George Steinbrenner? Was it legal for Richard Nixon to pardon Jimmy Hoffa? Was it legal for Bill Clinton to pardon Patty Hearst? Yes, yes and yes. Yet presidential pardon power is vast, but not limitless. As the Department of Justice makes crystal clear, the presidential pardon power does not extend to crimes that vio […]

Parece que o URL do site WordPress foi configurado incorretamente. Verifique o URL nas configurações do widget.

%d blogueiros gostam disto: