Curtas da Tarde/Noite

98% dos votos apurados (23h48):
 Kadima=22% (28 cadeiras); Likud = 21% (27 cadeiras); Beiteinu = 12%(14 cadeiras); Trabalhistas = 10% (13 cadeiras). Likud avançou uma cadeira.

Os dois primeiros declaram vitória.

Livni, ex agente do Mossad, porque terá cerca de 22% dos votos e 29 cadeiras no parlamento. O maior partido.

Netanyahu, com 21% dos votos, porque lidera coligação que deverá fazer entre 63 e 64 cadeiras.

Nenhuma notícia aqui será boa para os palestinos.

91% dos votos apurados (22h52)

Nada se altera em relação à rodada anterior.

Esquerda Machucada

Líder do Meretz (esquerda, fará 3% dos votos e 3 cadeiras) Haim Oron disse, “a esquerda sai muito machucada.”

Hadash, partido que une o Partido Comunista, Panteras Negras e independentes de esquerda farácerca de 4 cadeiras com 3% dos votos.

Grupo “Holocaust Survivors and Grown-Up Green Leaf”, “Sobreviventes do Holocausto e Plantadores da Folha Verde (maconha)” não consegue 1% dos votos.

Grupo “Lista Árabe Unida” deve conquistar 5 cadeiras com 4% dos votos. Outro grupo árabe a ser representado no parlamento com 3% dos votos e 3 cadeiras é o “Balad”.  Estima-se que abstenção entre os árabes de Israel tenha chegado a 50%. Na eleição anterior foi de 46% e na anterior 38%.

Presidente da “Lista Árabe Unida”, Ahmed Tibi, declarou: “Não sei quem é pior, Netanyahu ou Livni. Permaneceremos neutros nesta disputa”.

O grupo árabe “Filhos da Terra” fez campanha pela abstenção. Para ler entrevista com Tibi, o  árabe contra a abstenção, clique aqui.

Com 86% dos votos apurados (22h36):

Kadima avança 1 cadeira, trabalhistas mais 1 e Likud menos 1.

Kadima=23% (29 cadeiras); Likud = 22% (27 cadeiras); Beiteinu = 12%(15 cadeiras); Trabalhistas = 10% (13 cadeiras). 

Com 80% dos votos apurados (22h20):

Resultados praticamente iguais a rodada anterior com 50% dos votos apurados. Em termos de cadeiras, rigorosamente igual.

Diferença do kadima para likud é menor do que 1% dos votos.

Kadima=23% (29 cadeiras); Likud = 22% (28 cadeiras); Beiteinu = 12%(16 cadeiras); Trabalhistas = 10% (12 cadeiras). Outros = 24 cadeiras.

Líderes articulam alianças

Netanyahu: “Direita liderada pelo Likud teve uma clara vitória”
Livni convida Netanyahu para um governo de coalizão liderado pelo kadima. 

Projeções indicam que coligação de direita alcançará de 63 a 64 cadeiras.

A Folha não informa direito.

chute-folha

Folha só acertará se outros partidos de direita aceitarem compor com Livni como Primeira Ministra. Pode haver pressão, inclusive dos EUA, para isto. Mas, pelos números dos votos, o quadro atual não é o que a Folha aponta.

Pesquisa de Boca de Urna de Israel indica vitória da direita

São 120 cadeiras no Parlamento de Israel.

Pesquisa do Canal 1 dá 30 cadeiras para Kadima, partido de Tzipi Livni, 28 para Likud de Netanyahu , 14 para Beiteinu do extremista racista Lieberman e 13 para os trabalhistas.

Canal 2 , dá 29 para Kadima, 27 para Likud, 15 para Beiteinu e 13 para trabalhistas. 

Canal 10 indica 28 para Likud, 30 para Kadima, 15 para Beiteinu e 13 para trabalhistas. 

Para alcançar 61 votos neste parlamento, qualquer variação será importante.  Com os números da boca de urna, o mais provável é que o Likud consiga fazer a maioria de direita. A ver.

Krugman: Entre Vômito e Cavalo de Tróia

Diz que iria chamar o Plano de TANF2  (Assistência Temporária a Instituições Financeiras Necessitadas) sem, imagina, aqueles testes (mean-testing) ou requerimentos de trabalho exigidos quando a ajuda financeira envolve os pobres. [TANF é o nome do programa americano: Ajuda Temporária a Famílias Necessitadas – algo similar a um bolsa-família gordo].

Mas se rendeu ao apelido dado por Jamie Galbraith: Fundo de Alívio para Ativos Podres. Em inglês:  Bad Assets Relief Fund. Cujo Acrônimo, BARF, significa Vômito.

Krugman, por fim, imagina que o Plano possa ser um Cavalo de Tróia introduzido no sistema financeiro para contrabandear a política correta.

Sistema Financeiro trabalha contra a recuperação

Timothy Geithner, Secretário do Tesouro de Obama, disse que “ao invés de catalizar a recuperação, o sistema financeiro está trabalhando contra a recuperação e é esta dinâmica perigosa que precisamos mudar”

Palavras Duras, Mãos Gentis

As palavras duras de Timothy Geithner foram acompanhadas de uma promessa de mais US$1,5 trilhões para os bancos, entre dinheiro do tesouro. do FED e de particulares.

Timothy Geithner ganhou a batalha dentro do governo Obama contra os que queriam impor maiores condições para os bancos e contra os que queriam nacionalizá-los.

Promete apenas mais controle contábil e transparência.

Fotografia do sistema financeiro derruba bolsa de Nova York

dowjones

Publicado em Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Xadrez da globalização e da financeirização
    Categoria:  Coluna Econômica Luis Nassif Caso 1 - as guerras internas na geopolítica Desde a criação do padrão ouro, sempre houve uma disputa interna, nos países, em torno do modelo. O padrão ouro era essencial para a globalização do sistema financeiro, ao criar uma medida de valor global para os países que aderiam. Por outro lado, impedia os países de prati […]
  • Clipping do dia
    As matérias para serem lidas e comentadas.
  • O “Fora Diniz!” que a Globo não mostrará 24/06/2017
    Marcelo Auler Neste domingo (25/06), a Avenida Atlântica, em Copacabana (zona Sul do Rio), será palco de mais uma manifestação com a bandeira do “Fora”. Mas, […] O post O “Fora Diniz!” que a Globo não mostrará apareceu primeiro em Marcelo Auler.
    Marcelo Auler
  • CCJ pode impor novo revés a Temer 22/06/2017
    Marcelo Auler “A matéria tem sido discutida de forma açodada. Em que pese as inúmeras sugestões enviadas a este Senado Federal pelas diversas representações dos trabalhadores […] O post CCJ pode impor novo revés a Temer apareceu primeiro em Marcelo Auler.
    Marcelo Auler
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • Lula e Bolsonaro sobem para 2018; o PSDB encolhe
    O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), ex-militar candidato da extrema-direita, engoliu os presidenciáveis do PSDB na disputa pelo segundo lugar, enquanto o ex-presidente Lula sobe e segue líder disparado em todos os cenários de primeiro turno... Continue lendo
  • São Paulo de Ceni & Leco segue rumo à degola
    Eles conseguiram. Com tantos erros na compra e venda de jogadores, escalações e substituições, a pomposa dupla Ceni & Leco, que transformou o Morumbi em armazém de secos e molhados, está levando o tricampeão mundial para a zona da degola... Continue lendo
  • Sem Lula e o PT, Brasil será governado pela extrema-direita 26/06/2017
    Em 30 junho de 2013, o Blog da Cidadania divulgou análise afirmando que as manifestações por 20 centavos iriam gerar traição de Michel Temer, um golpe parlamentar via impeachment de Dilma Rousseff e uma crise econômica sem precedentes. Agora, o Blog avisa: se a esquerda não se unir em torno de Lula e do PT, o país vai cair na mão da extrema-direita. […]
    admin
  • Luis Nassif: Como a Globo tornou-se ameaça à soberania nacional 27/06/2017
    Luis Nassif, via Jornal GGN em 26/6/2017 A TÍTULO DE INTRODUÇÃO – O QUE ESTAVA EM JOGO Como abordamos em vários postagens, havia um mundo em transformação, a China e os Brics irrompendo como poderes alternativos, a crise de 2008 comprometendo o modelo neoliberal. Ao mesmo tempo, uma acomodação da socialdemocracia nos anos de liberalismo, […]
    bloglimpinhoecheiroso

Parece que o URL do site WordPress foi configurado incorretamente. Verifique o URL nas configurações do widget.

%d blogueiros gostam disto: