Bolsa Família na Alemanha

Há muitos equívocos, preconceitos e/ou falta de informação nas análises em relação ao Programa Bolsa- Família. Para grande parte do senso comum, das elites e da grande mídia brasileira, o Bolsa-Família é visto como responsável por assombrar o nosso país, causando acomodação e falta de independência financeira. Os equívocos de muitos analistas brasileiros, exigindo independência financeira dos pobres, se tornam mais evidentes quando comparamos o Bolsa-Família com programas similares, existentes nos países mais desenvolvidos do mundo. Na Alemanha, foi introduzido o programa de auxílio social (Sozialhilfe) em 1961, que em 2005 mudou de nomenclatura para Arbeitslosengeld II. No caso alemão, uma pessoa desempregada e sem aportes de renda receberá 347 euros caso não possa sobreviver sozinha e/ou receba ajuda dos familiares. Se cônjuges viverem em um domicílio sem rendimentos, o valor que a segunda pessoa receberá acrescido é de mais 312 euros. Essas despesas são previstas para auxiliar na garantia do direito à alimentação e ao vestuário. Além desse benefício, o Estado também custeará as despesas com moradia, providenciando uma moradia popular e/ou pagando as despesas do aluguel diretamente ao locador.

O auxílio-moradia é determinado pelo número de moradores do domicilio. Em se tratando de um morador, o tamanho mínimo da moradia tem de ser superior a 45m². No caso de cônjuges, o tamanho mínimo será de 60m². Para cada filho será acrescido ao tamanho da moradia mais um quarto. Esse benefício contribui fundamentalmente para que não existam favelas no país. Aliado a esses benefícios, está o pagamento de um seguro de saúde em tal situação, uma vez que na Alemanha não existe um sistema público de saúde como no Brasil ou Inglaterra. O seguro de saúde custará em torno de 150 euros por pessoa. No inverno, é pago ainda um auxílio-calefação para esses beneficiários. Os benefícios prevalecem enquanto persistir a situação de carência material, sendo que cerca de 1/3 da população alemã recebe esse tipo de benefícios em algum momento da vida. Nota-se que cada pessoa recebe cerca de 750 euros (em torno de R$ 2 mil) por mês, estando desempregada e/ou não tendo condições de manter a própria subsistência. Um casal nessa situação receberá cerca de 1.370. Além desses benefícios, as crianças recebem separadamente, até atingi 14 anos, um benefício de 208 euros mensais, válido universalmente para todas as crianças do país, sejam elas ricas ou pobres. Aos adolescentes, a partir dos 14 anos até os 25 anos e que moram com os pais, o benefício passa para 278 euros mensais.
No Brasil, o Programa Bolsa-Família registrou 11 milhões de famílias atendidas em 2008, com 1,9 milhão de adolescentes, de 16 e 17 anos de idade, incluídos no programa coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), sendo R$ 30 para cada um. O país está seguindo os passos que os países desenvolvidos seguiram no combate à fome e à miséria. A diferença em relação ao Brasil é que o programa de auxílio social da Alemanha e nos demais países europeus é concebido como um direito, ou seja, acessível a todas as pessoas e famílias que dele necessitem. Trata-se de transferências monetárias coberta pelo Estado, cujo tempo de duração é ilimitado. Além disso, seguindo os exemplos acima, fica evidente que o valor monetário transferido pelo Programa Bolsa-Família deveria ser consideravelmente aumentado, além de ser garantido a todos que dele necessitem. Ademais, urge introduzirmos políticas de auxilio moradia aos beneficiários desse programa. Assim, estaríamos dando passos decisivos no combate à fome e miséria.”

Clóvis Roberto Zimmermann – Doutor em sociologia pela Universidade de Heidelberg (Alemanha), relator nacional para o Direito à Alimentação e Terra Rural.

Enviado pelo correspondente de Minas Gerais – André Teixeira

Publicado em Renda de Cidadania
7 comentários em “Bolsa Família na Alemanha
  1. Ana disse:

    Muito interessante o artigo por que coloca o Programa Bolsa-Família em perspectiva (seja de comparação seja de futuro). Á informação sobre a Alemanha poderia ser agregada a da França, Belgica, Luxemburgo, Portugal e muitas outras. A tivibrasil cumpre um papel relevante ao estimular o debate com a divulgação do artigo. Cumprimentos ao autor e ao responsável pelo site

  2. Luciano disse:

    Interessante, mas a comparação esquece de expor fatos que ocorrerão na Alemanha que proporcionaram essa situação. A reporma agrária é uma desses que não poderia ficar de fora.

  3. Luis disse:

    Senhor Luciano,
    Por gentileza, liste os fatos que ocorreram na Alemanha, além da Reforma Agraria, que levaram à necessidade de implantaçao do programa de auxílio social e teça comentario referentemente a cada fato citado.

  4. […] lá tem uma versão do bolsa família desde 1961, e que transfere no mínimo 347 euros – https://tivibrasil.wordpress.com/2009/01/06/bolsa-familia-na-alemanha/ – por isso a Alemanha é hoje um país sem pobreza. Esta entrada foi publicada em Notícias […]

  5. […] Alemanha, lá tem uma versão do bolsa família desde 1961, e que transfere no mínimo 347 euros -https://tivibrasil.wordpress.com/2009/01/06/bolsa-familia-na-alemanha/ – por isso a Alemanha é hoje um país sem pobreza […]

  6. […] Alemanha, lá tem uma versão do bolsa família desde 1961, e que transfere no mínimo 347 euros -https://tivibrasil.wordpress.com/2009/01/06/bolsa-familia-na-alemanha/ – por isso a Alemanha é hoje um país sem […]

  7. Cláudio César Gomes de Macedo disse:

    Por favor, esse recurso que é disponível na Alemanha é por tempo ILIMITADO??!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Um comandante nazista na Volkswagen do Brasil 27/07/2017
    Publicado na DW. Ex-comandante dos campos de extermínio de Treblinka e Sobibór na Polônia, Franz Paul Stangl trabalhou por oito anos na Volkswagen do Brasil, entre 1959 e 1967. Ele foi responsável por montar um setor de monitoramento e vigilância na unidade de São Bernardo do Campo para espionar funcionários durante a ditadura militar, como revelou a Comissã […]
    Diario do Centro do Mundo
  • Reitor é ameaçado de morte por decidir entregar título de doutor honoris causa a Lula 27/07/2017
    O reitor da Universidade Estadual de Alagoas, Jairo José Campos da Costa, denunciou à Polícia Civil que foi ameaçado de morte porque entregará o título de Doutor Honoris Causa ao ex-presidente Lula, em agosto. Apesar da ameaça, ele mantém a decisão, aprovado pelo Conselho Universitário. Lula é ex-presidente que mais recebeu honrarias depois de deixar […] O p […]
    Diario do Centro do Mundo
  • Após entrevista de Lula, como ser otimista? 22/07/2017
    Marcelo Auler Na entrevista que concedeu ao Blog Ultrajano, na quinta-feira (20/07), Luiz Inácio Lula da Silva deixou sem resposta a grande dúvida que muitos levantam: […] O post Após entrevista de Lula, como ser otimista? apareceu primeiro em Marcelo Auler.
    Marcelo Auler
  • Qual a saída para a crise? Lula saberá? 20/07/2017
    Marcelo Auler Dúvidas e incertezas povoam a cabeça de muitos nestes tempos de golpes e contragolpes..Não apenas simples eleitores, mas também pessoas tarimbadas, que durante as […] O post Qual a saída para a crise? Lula saberá? apareceu primeiro em Marcelo Auler.
    Marcelo Auler
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • Lima Barreto nunca foi tão falado e tão atual
    O que é preciso, portanto, é que cada qual respeite a opinião de qualquer, para que desse choque surja o esclarecimento do nosso destino, para própria felicidade da espécie humana (Lima Barreto). *** Está na moda Afonso Henriques de Lima Barreto... Continue lendo
  • Na chegada à Lua, o amor que subiu a serra
    "Quando alguém pergunta a um autor o que este quis dizer, é porque um dos dois é burro"  (Mario Quintana no livro "Ora bolas", de Juarez Fonseca, uma pequena antologia de causos engraçados do grande poeta brasileiro). Geralmente, é o autor,... Continue lendo
  • Resposta do PSOL a Lula é um primor de hipocrisia 27/07/2017
    A esquerda precisa se unir, mas se uma simples crítica de Lula ao PSOL provoca a resposta hipócrita e virulenta que o partido e seus expoentes deram, fica difícil. Erundina, por exemplo, vai à Folha acusar Lula de se aliar a Temer e ao PMDB sendo que, em 2004, ela se aliou a ambos como candidata a prefeita pelo PSB. É ou não é hipocrisia? Mas tem mais hipocr […]
    eduguim
  • Nem ponte, nem futuro: O cenário devastador dos investimentos públicos no Brasil 25/07/2017
    Fernando Brito, via Tijolaço em 24/7/2017 Reportagem de Martha Beck, Manoel Ventura e Geralda Doca, em O Globo de hoje [24/7], mostra o cenário devastador dos investimentos públicos no Brasil e, em consequência, a falta de qualquer perspectiva de retomada de um crescimento sustentado da economia, que vai ter, durante um bom tempo, com as […]
    bloglimpinhoecheiroso
  • Olha só onde foi gasto o dinheiro da tal 'conta do Lula' de que falou dono da JBS/Friboi 27/07/2017
    A imagem é um print da Folha.O Joesley, em sua delação, disse que criou uma "conta Lula" no exterior para abastecer o ex-presidente em suas necessidades. Foi a pedido do Lula? Não. Ele comunicou a Lula a existência da conta? Não. Quem usou a conta?A resposta está aí. O próprio Joesley, que botou na "conta do Lula" a compra de seu luxuoso […]
    Antonio Mello
  • Rodrigo Maia gastou, em três meses, mais de R$ 600 mil em voos da FAB 27/07/2017
    Em apenas três meses, foram 30 viagens entre Brasília e o Rio de Janeiro, onde mora; presidente da Câmara foi o campeão de voos no governo Temer Segundo na linha sucessória do país, o presidente da... Blog de política Brasil. Os amigos do Presidente Lula
    noreply@blogger.com (Helena™)
  • "This Is Not the Time to Sit Back": Protesters Launch Last-Ditch Effort to Save the ACA
    Nationwide protests have slowed down Republican lawmakers' attempts to strip people in the US of their health care, but the fight is far from over, say Anastasia Bacigalupo of California and Lauren Klinkhammer of Arizona, both of whom live with disabilities and risk losing coverage.Demonstrators rally outside of Sen. John McCain's Tucson office on […]
  • What Role Should the Military Play in the Fight for Transgender Rights?
    While President Trump's ban on transgender people from military service has been widely criticized even by fellow Republicans, it has reignited a debate within the LGBT community. Some have questioned whether the discourse on transgender rights should be broadened to include a critique of militarism. "Trump's transphobia is disgusting, like hi […]

Parece que o URL do site WordPress foi configurado incorretamente. Verifique o URL nas configurações do widget.

%d blogueiros gostam disto: