Bolsa Família na Alemanha

Há muitos equívocos, preconceitos e/ou falta de informação nas análises em relação ao Programa Bolsa- Família. Para grande parte do senso comum, das elites e da grande mídia brasileira, o Bolsa-Família é visto como responsável por assombrar o nosso país, causando acomodação e falta de independência financeira. Os equívocos de muitos analistas brasileiros, exigindo independência financeira dos pobres, se tornam mais evidentes quando comparamos o Bolsa-Família com programas similares, existentes nos países mais desenvolvidos do mundo. Na Alemanha, foi introduzido o programa de auxílio social (Sozialhilfe) em 1961, que em 2005 mudou de nomenclatura para Arbeitslosengeld II. No caso alemão, uma pessoa desempregada e sem aportes de renda receberá 347 euros caso não possa sobreviver sozinha e/ou receba ajuda dos familiares. Se cônjuges viverem em um domicílio sem rendimentos, o valor que a segunda pessoa receberá acrescido é de mais 312 euros. Essas despesas são previstas para auxiliar na garantia do direito à alimentação e ao vestuário. Além desse benefício, o Estado também custeará as despesas com moradia, providenciando uma moradia popular e/ou pagando as despesas do aluguel diretamente ao locador.

O auxílio-moradia é determinado pelo número de moradores do domicilio. Em se tratando de um morador, o tamanho mínimo da moradia tem de ser superior a 45m². No caso de cônjuges, o tamanho mínimo será de 60m². Para cada filho será acrescido ao tamanho da moradia mais um quarto. Esse benefício contribui fundamentalmente para que não existam favelas no país. Aliado a esses benefícios, está o pagamento de um seguro de saúde em tal situação, uma vez que na Alemanha não existe um sistema público de saúde como no Brasil ou Inglaterra. O seguro de saúde custará em torno de 150 euros por pessoa. No inverno, é pago ainda um auxílio-calefação para esses beneficiários. Os benefícios prevalecem enquanto persistir a situação de carência material, sendo que cerca de 1/3 da população alemã recebe esse tipo de benefícios em algum momento da vida. Nota-se que cada pessoa recebe cerca de 750 euros (em torno de R$ 2 mil) por mês, estando desempregada e/ou não tendo condições de manter a própria subsistência. Um casal nessa situação receberá cerca de 1.370. Além desses benefícios, as crianças recebem separadamente, até atingi 14 anos, um benefício de 208 euros mensais, válido universalmente para todas as crianças do país, sejam elas ricas ou pobres. Aos adolescentes, a partir dos 14 anos até os 25 anos e que moram com os pais, o benefício passa para 278 euros mensais.
No Brasil, o Programa Bolsa-Família registrou 11 milhões de famílias atendidas em 2008, com 1,9 milhão de adolescentes, de 16 e 17 anos de idade, incluídos no programa coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), sendo R$ 30 para cada um. O país está seguindo os passos que os países desenvolvidos seguiram no combate à fome e à miséria. A diferença em relação ao Brasil é que o programa de auxílio social da Alemanha e nos demais países europeus é concebido como um direito, ou seja, acessível a todas as pessoas e famílias que dele necessitem. Trata-se de transferências monetárias coberta pelo Estado, cujo tempo de duração é ilimitado. Além disso, seguindo os exemplos acima, fica evidente que o valor monetário transferido pelo Programa Bolsa-Família deveria ser consideravelmente aumentado, além de ser garantido a todos que dele necessitem. Ademais, urge introduzirmos políticas de auxilio moradia aos beneficiários desse programa. Assim, estaríamos dando passos decisivos no combate à fome e miséria.”

Clóvis Roberto Zimmermann – Doutor em sociologia pela Universidade de Heidelberg (Alemanha), relator nacional para o Direito à Alimentação e Terra Rural.

Enviado pelo correspondente de Minas Gerais – André Teixeira

Publicado em Renda de Cidadania
7 comentários em “Bolsa Família na Alemanha
  1. Ana disse:

    Muito interessante o artigo por que coloca o Programa Bolsa-Família em perspectiva (seja de comparação seja de futuro). Á informação sobre a Alemanha poderia ser agregada a da França, Belgica, Luxemburgo, Portugal e muitas outras. A tivibrasil cumpre um papel relevante ao estimular o debate com a divulgação do artigo. Cumprimentos ao autor e ao responsável pelo site

  2. Luciano disse:

    Interessante, mas a comparação esquece de expor fatos que ocorrerão na Alemanha que proporcionaram essa situação. A reporma agrária é uma desses que não poderia ficar de fora.

  3. Luis disse:

    Senhor Luciano,
    Por gentileza, liste os fatos que ocorreram na Alemanha, além da Reforma Agraria, que levaram à necessidade de implantaçao do programa de auxílio social e teça comentario referentemente a cada fato citado.

  4. […] lá tem uma versão do bolsa família desde 1961, e que transfere no mínimo 347 euros – https://tivibrasil.wordpress.com/2009/01/06/bolsa-familia-na-alemanha/ – por isso a Alemanha é hoje um país sem pobreza. Esta entrada foi publicada em Notícias […]

  5. […] Alemanha, lá tem uma versão do bolsa família desde 1961, e que transfere no mínimo 347 euros -https://tivibrasil.wordpress.com/2009/01/06/bolsa-familia-na-alemanha/ – por isso a Alemanha é hoje um país sem pobreza […]

  6. […] Alemanha, lá tem uma versão do bolsa família desde 1961, e que transfere no mínimo 347 euros -https://tivibrasil.wordpress.com/2009/01/06/bolsa-familia-na-alemanha/ – por isso a Alemanha é hoje um país sem […]

  7. Cláudio César Gomes de Macedo disse:

    Por favor, esse recurso que é disponível na Alemanha é por tempo ILIMITADO??!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Supremo impede Sérgio Moro de usar delações de Machado em investigações
    Categoria:  Justiça   Jornal GGN - O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que o juiz Sergio Moro, da Justiça Federal do Paraná, não poderá ter acesso às delações de Sérgio Machado, ex-diretor da Transpetro, que revelou em delação premiada o esquema de corrupção por caciques do PMDB na Lava Jato.   Em setembro do último ano, o então relator no Supremo, Teor […]
  • A interdependência entre energia e água, por Leonam Guimarães
    Categoria:  Energia Do Clube de Engenharia A Interdependência entre Energia e Água por Leonam dos Santos Guimarães O tema desenvolvido neste esclarecedor artigo de Leonam dos Santos Guimarães reflete uma preocupação mundial. Cresce o número de países que buscam com a urgência necessária garantias, parcerias e recursos para o desenvolvimento de projetos de ut […]
  • Por que é a hora de falarmos de Lula? 22/02/2017
    Wadih Damous (*) O estado de degradação moral, de corrompimento institucional e de dissolução social do Brasil, com destruição de ativos estratégicos em escala nunca dantes […]
    Marcelo Auler
  • Uma aula ao presidente constitucionalista 16/02/2017
    Marcelo Auler Em final de 1963, quando o carioca Arnoldo Camanho de Assis mal completava sete meses de idade e ainda amamentava-se nos peitos de sua mãe, […]
    Marcelo Auler
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • Sabatina de Alexandre de Moraes, farsa que esbofeteia o Brasil 21/02/2017
    Não se esqueça de 21 de fevereiro de 2017, um dos muitos dias de nossa história em que o Brasil ficou menor. Desta vez, apequenou-se após ser ridicularizado pelo Senado Federal e pelo presidente da República, que patrocinam encenação de uma farsa para fazer parecer que uma decisão já tomada para proteger corruptos tem algum aspecto respeitável. A ida de Alex […]
    eduguim
  • Leandro Fortes: Os flactos da “grande mídia” contra Lula 20/02/2017
    Leandro Fortes em 19/2/2017 Passados quatro dias da pesquisa CNT/MDA, que aponta a vitória de Lula, em todos os cenários, para 2018, a reação da mídia, até aqui, não poderia ter sido mais patética. Como a Lava-Jato não ofereceu a solução de sempre – prender petistas para tirar o foco do noticiário –, a mídia, […]
    bloglimpinhoecheiroso
  • Alexandre Moraes não sabe o plural de 'cidadão' porque não é palavra do seu dia-a-dia 22/02/2017
    Ontem na encenação de sua sabatina no Senado, circo em tudo semelhante ao montado para o impeachment da presidenta Dilma, o candidato a ministro do STF, indicado pelo golpista Temer, Alexandre de Moraes , querendo dizer "cidadãos" disse "cidadões", errando o plural. Há um ditado que diz que o hábito do cachimbo faz a boca torta. Mas o inv […]
    Antonio Mello
  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • Is Berta Cáceres' Assassination a Tipping Point for Change in Honduras?
    As we approach the first anniversary of the assassination of Honduran activist Berta Cáceres, the only witness to the homicide is suing the Honduran government amid rising anti-government sentiment, which has brought together political opposition parties. Many, including Cáceres' mother, say justice for Cáceres is impossible with the current government. […]
  • Protests Erupt Across the UK as Lawmakers Debate Canceling Trump's State Visit
    Nearly 2 million Brits have signed a petition calling on President Trump's official state visit to be canceled. On Monday, thousands of protesters gathered outside Parliament in London as British lawmakers debated whether to deny Trump a formal state visit. We speak to Asad Rehman of Friends of the Earth International. He spoke at the protest in London […]

Parece que a URL do site WordPress está mal configurada. Por favor, verifique as configurações do widget.

%d blogueiros gostam disto: